Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Segunda 11 de Dezembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 10/12/2017
mrv
COLUNA

Samir Ferreira Rodrigues

Graduado em Direito pela Faculdade Unida de Suzano (UNISUZ), Pós-graduado em Direito Constitucional e Administrativo pela Escola Paulista de Direito (EPD), Advogado, membro OAB/SP seccional Suzano

Regras para entrada de visitantes no fim do ano

06 DEZ 2017 - 05h00
É comum que os condomínios residenciais, sejam de casas ou apartamentos, tenham algumas regras para liberar a entrada de visitantes. 
A autorização da entrada de forma verbal via interfone, por escrito no livro da portaria ou no sistema de reserva do Salão de Festa, por exemplo, são as maneiras mais utilizadas, além do cadastro dos dados pessoais e dos veículos que entram no empreendimento. 
No final do ano, por conta das festividades de Natal e Ano Novo, normalmente aumentam o número de visitas nas residências, e para manter a segurança e a ordem no empreendimento é comum muitos condomínios adotarem regras diferenciadas para a liberação de visitantes com restrição do número de pessoas e/ou horário para entrada e saída.
Embora possam parecer rígidas demais, essas regras podem ser aplicadas se forem aprovadas em assembleia. 
Vale lembrar que nenhuma medida restritiva pode ser aplicada sem um consenso entre a maioria dos moradores. 
Quando existe esse tipo de acordo, aprovado em assembleia, cabe aos moradores cumpri-lo, sob risco de penalidades e orientar os seus visitantes para que não infrinjam as regras do condomínio. 
Isso porque, qualquer problema, dano, ou descumprimento com o que foi acordado por parte do visitante, será cobrado da residência que ele visitou.
Por isso, é sempre importante aos condôminos informarem aos seus visitantes caso haja esse tipo de regra, evitando qualquer tipo de mal com outros moradores ou com a administração.
O bom senso também pede para que os moradores informem de antemão os porteiros e seguranças que receberão visitas, indicando a quantidade de pessoas, os nomes e o horário que chegarão. 
É a maneira mais fácil de gerenciar e organizar a entrada, saída e a circulação dessas pessoas, sem prejuízos ou desentendimentos com os funcionários do condomínio ou administração, além de pensar na segurar.
O condômino tem que ter em mente que as regras servem para proteger ele, sua família, vizinhos e até mesmo o seu patrimônio. Sem o controle da entrada de terceiros, apartamentos e casas ficam mais vulneráveis a ação de criminosos que podem se aproveitar fingindo estar em visita para praticar algum crime.
Se por ventura, em algum momento você não conseguir cumprir com as regras, não infrinja. 
Comunique o síndico ou administradora previamente e tente chegar num acordo. O diálogo é sempre muito bem-vindo e, nesse caso, torna-se indispensável para uma relação harmoniosa. 
Sp Rio Fm

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias