Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 10 de dezembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 09/12/2019
CENTRO ONCOLÓGICO
COLEGIO CETES 15/10 A 15/01/20
Evatânia Psicopedagoga
Comercial Esperança
CENTERPLEX 05/12 A 11/12
COLUNA

Sueli Barão

É evangélica, professora escreve aos domingos

Valorize os relacionamentos

28 SET 2019 - 23h59
"Juntos somos mais fortes". Essa é uma frase bem conhecida, mas nem sempre colocada em prática. Vivemos em um mundo contraditório. 
Enquanto as grandes empresas e nações tratam de se associar em torno de objetivos comuns, cada vez mais as pessoas entram no isolamento. As casas são bem equipadas com tudo o que existe de mais moderno. Tudo isso traz a sensação de que não se precisa de mais ninguém para fazer parte do time. Embora estejamos cercados pela tecnologia, que possibilita a comunicação instantânea e simultânea com o mundo, parece que mais solitários nos sentimos e ficamos. Mas não é esse o padrão de vida que Deus tem para nós. Isolar-se não é sinal de sabedoria. A Bíblia ensina que na união Deus ordena a Sua bênção. 
O Salmo 133: 1-3 diz - "Como é bom e agradável, quando os irmãos convivem em união (...) Ali o Senhor concede a bênção da vida para sempre". O rei Salomão, em Eclesiastes 4:9-10, deixa uma sábia lição - "É melhor ter companhia do que estar sozinho, porque maior é a recompensa do trabalho de duas pessoas juntas. Se um cair, o amigo pode ajudar a levantar-se. Mas pobre do homem que cai e não tem quem o ajude a levantar-se". "Um cordão de três dobras não se rompe com facilidade". (v12)
O grande líder, Neemias, baseou a sua liderança no trabalho conjunto e coletivo. Sozinho não conseguiria reconstruir os muros de Jerusalém em tempo recorde - 52 dias. Precisava de ajuda para alcançar o seu propósito, que seria bênção para ele e para todo o povo de Jerusalém. Então, tornou-se um grande construtor de "pontes" entre as pessoas, conforme lemos em Neemias 4:19-20 - "A obra é grande e extensa e estamos separados, distantes uns dos outros, ao longo do muro. 
Do lugar de onde ouvirem o som da trombeta, juntem-se a nós ali. Nosso Deus lutará por nós". A excelência de um líder está em ser um articulador do trabalho coletivo - juntar, unir as pessoas em torno de um propósito. Quando lemos o livro de Neemias, vemos que eles (os construtores) sofreram oposições; alguns desanimaram no decorrer da obra e ainda havia a ameaça de uma batalha. Mas Neemias conseguiu unir o povo para que a obra fosse concluída. 
Um dos grandes tesouros da vida cristã é o relacionamento com os irmãos, com as pessoas. 
Vivemos num mundo cada vez mais hostil, e a união é o segredo que nos fortalecerá como igreja de Cristo. Sendo assim, antes de começarmos a construção dos "muros" - uma tarefa, ou uma grande obra para Deus, deveríamos iniciar a reconstrução de "pontes" entre nós. 
Como construir essas pontes? Aproximando-nos mais das pessoas; ouvindo mais o que elas têm a dizer, conversando com elas, perdoando antigas ofensas, pedindo perdão pelos erros que cometemos; compartilhando o amor com aqueles que precisam do nosso carinho, afeto e cuidado. Sejamos construtores de "pontes", porque agindo assim estaremos contribuindo para um mundo mais solidário e humano.
BANNER APS DESKTOP
PMMC NATAL SORRISOS 2019
EPAMINONDAS ADVOGADOS

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias