Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 17 de setembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 16/09/2019
PMMC CIAS
Centerplex 12/09 a 18/08
COLUNA

Lorena Burger

Advogada

Vamos doar

11 JUL 2017 - 06h00
O frio tem sido cada vez mais forte, nós que estamos bem agasalhados e nutridos com alimentos quentes estamos sofrendo as consequências que ele traz... Gripe, rouquidão, dores musculares...
Então imagine aqueles que pelo infortúnio vive pelas ruas, desabrigados...
É comum vermos ao anoitecer pessoas deitadas enroladas em cobertores velhos e outros que nem aquecem tanto assim. Escondem-se debaixo de marquises ou pelos cantos dos prédios, a maioria possua como bem mais importante um cachorro e dormem aconchegados ao animal para dividir o calor que emana dessa amizade.
Muitas entidades se desdobram para oferecer uma comida quente para eles, mas são tantos os que passam por essa situação que não conseguem alimentar e vestir todos eles.
Os motivos que os levam a morar na rua são inúmeros, nem sempre é a bebida ou a droga como podemos maldosamente pensar. O desemprego, a desunião familiar também se incluem entre esses motivos... Temos que olhar com mais atenção para ver que atrás daqueles farrapos existe um ser humano que precisa mesmo de ajuda.
Em nossas casas bem aquecidos e alimentados podemos organizar com mais frequência nossas gavetas e armários, com certeza lá encontraremos blusas de lã em boas condições de uso, mas que já não nos servem mais está fora de moda, a cor não nos agrada, calças velhas, sapatos que há anos guardamos como relíquias, meias que podem aquecer os pés desnudos de muita gente que caminha de chinelos, até mesmo cobertores, gorros, cachecol... Quanta coisa temos que podemos dispor sem nenhuma dor no coração, pois, já há muito não fazem parte de nossas vestimentas diárias.
Se a situação também não nos for favorável, afinal os tempos "são bicudos" como diziam os antigos e muitos também sofrem os revezes do desemprego e das dificuldades, podemos doar nosso tempo, nossas mãos para auxiliar no conserto de peças que foram doadas, mas possuem pequenos consertos que devem ser feitos antes de ir para novos donos, podemos auxiliar descascando legumes em alguma entidade que se dedica a alimentar essas pessoas, podemos ajudar a servir alimentos até mesmo nas ruas para aqueles que têm vergonha de se apresentar em locais fechados, porque apesar do sofrimento ainda possuem brio e preferem se esconder com temor de serem reconhecidos nesse estado lastimável em que se encontram.
Entretanto, não é só no frio que nossas doações auxiliam as pessoas... Em todas as épocas do ano elas são benvindas!
Lá no asilo de idosos muitos vivem solitários, esquecidos pelos filhos e parentes... Doar um tempo para conversar, ler um livro ou simplesmente fazer companhia trará benefício para doador e receptor, o coração se sentirá mais feliz... Naquela entidade que abriga crianças abandonadas seremos bem recebidos com brinquedos em boas condições de uso, roupas, calçados e até mesmo nosso tempo e disponibilidade.
Doar sangue também é uma maravilhosa maneira de dar esperança de vida para muita gente.
São tantas as maneiras de ajudar o próximo e de nos fazer melhores como seres humanos... Basta olhar ao redor com mais atenção e de coração aberto para essas oportunidades...
BANNER APS DESKTOP
PMMC CIAS

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias