Envie seu vídeo(11) 4745-6900
quinta 04 de março de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 04/03/2021
COLUNA

Sueli Barão

É evangélica, professora escreve aos domingos

Espero em ti, Senhor!

17 JAN 2021 - 05h00
Há momentos em que desejamos ardentemente que certas situações mudem. Lutamos, insistimos, mas as mudanças não vêm É tempo de espera. Muitas vezes este tempo se torna angustiante. Coloquemo-nos por alguns momentos no lugar de alguém que luta contra uma doença. O tratamento é longo e demorado. O final é uma incógnita. Resta crer, fazer a parte no processo e esperar pelo melhor. Os tempos de espera são os mais difíceis. É quando nossa intervenção de nada adianta. Por mais que coloquemos a mão na massa, ela não cresce. É preciso esperar pelo efeito químico do fermento. Pensemos na vida de José do Egito - (Gênesis 37 a 47) no fundo do poço, com os movimentos limitados, deve ter achado intermináveis as horas ali. Veio o livramento. 
Depois de certo tempo de descanso, novamente outro longo tempo de espera. Agora numa masmorra. Quando as coisas começaram a se acertar, o copeiro de Faraó se esqueceu de José por mais dois longos anos na prisão. Até que Faraó teve os sonhos e aí, então, José foi lembrado. Já em posição de honra, como primeiro-ministro egípcio, teve que esperar para poder-se revelar aos seus irmãos. Como é difícil esperar! Mas Deus tem um propósito nisso também.
Precisamos compreender em nosso espírito que Deus está trabalhando, enquanto esperamos. Nossa preocupação e ansiedade devem ser entregues a Deus. Preocupação é queimar neurônios por problemas que não podemos resolver. Algumas vezes, nos preocupamos com coisas sobre as quais não temos controle. Não sei se você já passou por uma cirurgia? Horas de espera sem poder se alimentar e beber água. Depois que o anestesista aplica a anestesia geral, você está nas mãos de Deus e dos médicos. E de nada adiantará qualquer tipo de ansiedade. 
Após a cirurgia, você ainda tem que aguardar para que os efeitos anestésicos passem. 
Seu corpo está debilitado e precisa de muitos cuidados. Você, por alguns dias, dependerá de terceiros. Enquanto as coisas não mudam, precisamos esperar confiantemente no Senhor. (Salmo 40) Descanse no poder de Deus. 
Ainda que o fardo seja o mais pesado, podemos contar com Ele para trazer alívio. Você espera, crendo que Deus não vai falhar. A vontade Dele será feita, assim na terra como no céu. Não é isso que declaramos na Oração do Pai Nosso? Então... Por que se desesperar? Se Ele não permitiu mudanças, é porque ainda não chegou a hora.
SOUZA CAFÉ
BANNER APS DESKTOP

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias