Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 26 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 26/09/2020
ÚNICCO POÁ
Pmmc Sarampo
CEMEAP - SETEMBRO
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC COVID SAÚDE
COLUNA

Sueli Barão

É evangélica, professora escreve aos domingos

Passando pelo vale

16 MAI 2020 - 23h59
A Bíblia diz que todas as coisas que nos acontecem contribuem para o nosso bem. Mas e aquela tragédia, aquele acontecimento triste? Também isso, de alguma forma, está concorrendo para o nosso bem, na perspectiva de Deus, que é a perspectiva da eternidade. Muitas vezes não entendemos o que está acontecendo conosco ou a nossa volta; todavia, precisamos crer que Deus está no controle de nossas vidas! E nada nos separará do Seu amor! O apóstolo Paulo afirma em Romanos 8:38-39 -"Porque eu estou bem certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as coisas do presente, nem do porvir, nem os poderes, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura poderá nos separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor". Quando estiver passando por momentos difíceis, não se desespere. Ainda que pareça impossível - levante e ande. Mesmo que as circunstâncias sejam desfavoráveis, existe um Deus que tem poder e autoridade sobre todas as coisas. Mantenha a sua alma alegre. Resista bravamente, através do louvor e da oração, firmando-se na Palavra de Deus, pois o "deserto" não é para sempre. "Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente". (2 Coríntios 4:17)
Poucos de nós já experimentamos perdas tão terríveis quanto as de Jó. Felizmente, não precisamos ver as perdas tão de perto quanto Jó para aprendermos com ele uma grande lição - quando tudo o que Jó possuía se perdeu, ele manteve a fé firmada em seu Redentor - "Porque eu sei que o meu Redentor vive e por fim se levantará sobre a terra". (Jó 19:25-26) Jó não dependia de suas posses, de seus amigos, ou até mesmo de sua família, que ele muito amava. Ele confiava em Deus, que é o único em quem nossa fé pode descansar segura. Jó não barganhou com Deus, dizendo: "Vou confiar em Ti, se tu fizeres minha vida melhorar, se me livrares desse sofrimento". Não. Em meio a circunstâncias tão adversas, quando o sofrimento dilacerava o seu coração, Jó declarou: "Eu sei que o meu Redentor vive" e "verei a Deus". 
Podemos nos entregar à derrota, ou adotar uma nova atitude: "Vou estar alegre hoje, apesar de tudo. Vou ter um coração agradecido. Vou pensar que Deus me dará a saída para esse problema. Vou olhar para o que ficou e não para o que se foi. Vou ser um vencedor, porque Cristo me dá forças todos os dias para enfrentar qualquer situação". 
Muitas vezes, o caminho é difícil. A cruz parece pesada demais. Pensamos que não vamos suportar. Mas Deus garante o escape. Nenhum fio de cabelo cai de nossas cabeças sem a permissão do Senhor. Antes de reconhecer e afirmar que no mundo passaríamos por aflições, Jesus disse: "Contei todas essas coisas para que vocês tenham paz em Mim". Muitos não vão entender a sua paz e alegria. Muitos até pensarão que você não tem problemas. Esteja certo de que o que está acontecendo hoje em sua vida, de algum modo, vai contribuir para o surgimento de algo maior e melhor.
Pmmc Sarampo
PMMC COVID SAÚDE
BANNER APS DESKTOP

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias