Envie seu vídeo(11) 4745-6900
sábado 20 de agosto de 2022

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 20/08/2022
SESC AGOSTO 2022
COLUNA

Sueli Barão

É evangélica, professora escreve aos domingos

Que Deus nos aprove!

13 MAR 2022 - 05h00

Gostamos de pensar que, se tivermos fé, tudo dará certo. Julgamos pelos nossos padrões, que nem sempre correspondem aos de Deus. Para homens e mulheres de Deus, ao longo da história, muitas vezes as coisas não correram bem, segundo os padrões humanos. Em Hebreus 11, que trata dos heróis da fé, o texto fala de homens e mulheres que lutaram contra nações inteiras e venceram. Fecharam a boca de leões, apagaram incêndios terríveis e escaparam de serem mortos à espada. Eram fracos, mas se tornaram fortes. Pela fé mulheres receberam de volta os seus mortos, que ressuscitaram! Sim, a fé faz, o que parece impossível, acontecer! Todavia, logo abaixo o texto trata daqueles que foram torturados até a morte, dos que foram insultados e surrados; outros, que foram mortos a pedradas, serrados pelo meio, mortos à espada; andaram de um lado para outro vestidos de ovelhas e de cabras; eram pobres, perseguidos e maltratados. Andaram como refugiados pelos desertos e montes, vivendo em cavernas e em buracos na terra. O mundo não era digno deles. Porque creram, todas essas pessoas foram aprovadas por Deus, mas não receberam o que Ele havia prometido. (Hebreus 11:32-39) Enfim, sob uma análise puramente humana, parece que a fé não teria funcionado para eles. É aí que a gente se engana! Temos vivido um cristianismo tão triunfalista, que chega a negar o sofrimento. E o que aprendemos aqui, e em toda a Palavra, é que a fé em Cristo não nega o sofrimento, mas nos faz triunfar sobre ele.
Esses heróis da fé criam na existência de um mundo invisível, além da difícil realidade que estavam enfrentando. Os dias são difíceis e trabalhosos. O mundo caminha mal. É só parar um pouquinho para ouvir as notícias que são desanimadoras, embora não vivamos pelo que vemos, mas sim pelo que cremos. O otimismo secular diz que "dias melhores virão!" Mas não é o que a Bíblia diz. Ter fé não significa deixar de enxergar a realidade; significa, sim, confiar plenamente no amor e cuidado do Pai de Amor, sejam quais forem as circunstâncias. Crer que todas as coisas estão contribuindo conjuntamente para o nosso bem, mesmo quando tudo diz o contrário. Muitos cristãos têm agido como crianças mimadas, que são movidas pela satisfação imediata do desejo. E, se os pais não cedem, mais birras fazem, se rebelam contra eles. Somos filhos amados, e não crianças mimadas. 
Pode ser que em momentos de muitas lutas a nossa fé oscile. Elias era um homem confiante e cheio de fé em Deus. Todavia, em certo momento desafiador de sua vida, quando perseguido pela rainha, Jezabel, que queria matá-lo, sentiu-se amedrontado, deprimido, escondendo-se em uma caverna. Mas Deus o arrancou de lá! Elias tinha as suas fragilidades e estava sujeito às intempéries da vida como nós. Podemos aprender com esse momento difícil da vida de Elias, assim como podemos aprender com a sua fé, força, ousadia e determinação! Deus disse a Elias que ia chover, quando uma grande seca tomava conta daquela terra. "E sucedeu que, depois de muitos dias, a palavra do SENHOR veio a Elias, no terceiro ano, dizendo: Vai, apresenta-te a Acabe; porque darei chuva sobre a terra. E foi Elias apresentar-se a Acabe; e a fome era extrema em Samaria". (I Reis 18:1-2) Elias creu e fez o que Deus lhe mandara fazer! Ele não ouviu naquele momento trovão algum, relâmpagos no céu, nuvens escuras e carregadas. Mas, dentro de si, ele ouviu tudo isso com os ouvidos sobrenaturais, os ouvidos da fé. A fé descrita em Hebreus 11:1 - "A fé é a certeza de que vamos receber as coisas que esperamos, e a prova de que existem coisas que não podemos ver". Podemos dizer que a fé sempre funciona, mesmo quando a resposta é "não"; ou seja, mesmo quando Deus não nos dá aquilo que pedimos, da forma como pedimos. No caso de Elias, Deus havia falado que ia chover! Então, Elias viu a chuva caindo sobre o reino de Israel, que estava devastado pela seca e, consequentemente, pela fome. O percurso foi difícil e lento, mas tudo se cumpriu como Deus havia falado. O que acontece conosco quando as coisas demoram a acontecer ou não acontecem da forma como havíamos previsto? Como reagimos quando o caminho está difícil demais? Queremos desistir ou perseveramos? Na jornada da fé, que sejamos aprovados por Deus!

 

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias