Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Segunda 23 de Outubro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/10/2017
mrv

Bailarino suzanense conquista vaga no Cirque Du Soleil

Bailarino enxerga a possibilidade de lançar a carreira pelo Cirque Du Soleil

Por Marília Campos - De Suzano24 SET 2017 - 09h45
Esta foi a primeira vez em que Vinícius tentou o processo seletivo da companhia no Brasil. Apenas 27 pessoas conquistaram espaçoFoto: Divulgação
O bailarino suzanense Vinícius Lee, de 19 anos, conquistou uma vaga no prestigiado elenco do Cirque Du Soleil, maior companhia de entretenimento do mundo. A façanha de Lee aconteceu durante audição em São Paulo, no dia 30 de agosto, e agora o dançarino aguarda o chamamento oficial. A expectativa é de que o bailarino possa ingressar em uma equipe fora do país.
 
Esta foi a primeira vez em que o jovem tentou o processo seletivo da companhia no Brasil. Apenas 27 pessoas conquistaram espaço. "Agora eu faço parte da equipe oficial, estou na espera do chamamento. Eu não sei qual foi minha reação. Até hoje a ficha não caiu, eu fiquei surpreso porque fui com a mentalidade de que 'se eu passar, passei'. Eu não creditava muito que eu ia conseguir, de fato". 
 
Jonathan Vilela, amigo de Vinícius, foi quem sugeriu a audição ao colega. "Foram dois dias de processo. No primeiro dia, muita gente foi cortada. Na ocasião tive que demonstrar muita coisa, como versatilidade na dança, não só no hip-hop que é minha área. Demonstrei dança urbana, clássico, atuação e um pouco de acrobacia". No momento, Lee aguarda ser designado à equipe. "Eles não me deram um prazo, mas eles estão sempre criando muitos espetáculos por ano", disse. "Eu tenho perfil como dançarino, possivelmente me encaminharão ao domínio".
 
Sobre os planos futuros, o bailarino trabalha em projetos pessoais e enxerga a possibilidade de lançar a carreira pelo Cirque Du Soleil. "Sair do país é o que eu sempre quis porque lá fora a dança é valorizada. Eu nunca me apresentei internacionalmente, mas já viajei a lazer. Hoje percebo que os Estados Unidos é a referência para a dança, é mais difícil, mas quero ver como é lá comercialmente". 
 
Carreira
 
Vinícius domina as danças urbanas há oito anos e iniciou a trajetória no Centro de Arte Lilian Gumieiro, em 2010. Desde então integrou o grupo "Shake-se", formado na escola e liderado pelo coreógrafo por Márcio Alves. O bailarino já conquistou prêmios nacionais e internacionais, como os campeonatos Hip Hop International Brazil, World of Dance Brazil e o Festival Internacional de Hip Hop em Curitiba. Em 2016 também foi selecionado para representar o país no festival de Dança em Portugal. Ainda este ano, Lee deverá começar a lecionar aulas de Danças Urbanas a alunos iniciantes do Centro de Arte Lilian Gumieiro. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias