Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 01 de abril de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 31/03/2020
SECRETARIA DE ESTADO DA SAUDE -  CORONAVIRUS

Casarão da Memória será inaugurado no 1° trimestre de 2020

Por Isabelle Santini - de Suzano11 DEZ 2019 - 07h54
Garippo contou que o Casarão da Memória vai priorizar a educação patrimonialFoto: Sabrina Silva/DS
O Casarão da Memória será inaugurado no primeiro trimestre de 2020. Além desse equipamento na região central, a cidade pode ter ainda, no próximo ano, a construção do Centro Cultural do Casa Branca. A data deve ser divulgada em breve. As informações foram apresentadas pelo secretário de Cultura de Suzano, Geraldo Garippo. Atualmente, Suzano conta com nove espaços culturais.
 
Garippo contou que o Casarão da Memória vai priorizar a educação patrimonial. Será um espaço de exposição, com o objetivo de sensibilizar a população sobre a preservação da história e memória do município. "A memória não pode se perder. As pessoas vão ter acesso a esse espaço (casarão). As futuras gerações vão poder observar documentos, fotos e outros registros importantes da cidade". 
 
O secretário falou sobre as ações da pasta. E apresentou um balanço sobre as atividades na cidade ao longo do ano. O coordenador de música da pasta de Cultura suzanense, Vagner Luiz dos Santos, o Vaguinho, também participou da entrevista.
 
VIVÊNCIAS CULTURAIS
 
Segundo Garippo, o projeto Vivências Culturais teve um balanço de quatro mil pessoas atendidas. O projeto conta com cursos de dança, teatro, pintura e outros da área artística, além de workshops e exposições. O serviço cultural permite à população ter contato com a linguagem artística. 
 
Para se ter ideia, o projeto encerrou as atividades do ano com a entrega de certificados aos alunos. A cerimônia ocorreu no dia 30 de novembro. No DS Entrevista, Garippo pontuou ainda que um site vai ser lançado para arquivar fotos da cidade. Segundo o secretário, a população ainda vai poder enviar textos e memórias sobre o município.
 
Durante a entrevista, Vaguinho aproveitou para comentar sobre o Cultura Presente. "O objetivo é atender músicos da cidade, independente do gênero musical. Já fizemos o Dia Nacional do Rock e agora o Dia Nacional do Samba. Queremos trazer mais músicos para esses eventos. Cerca de 10 músicos, por mês, são atendidos pelo projeto".
 
PANORAMA
 
Perguntado sobre a extinção do Ministério da Cultura, anunciada em janeiro pelo presidente Jair Bolsonaro, Garippo argumentou a perda de tal setor a nível nacional e destacou que Suzano é um município privilegiado por investir no setor. "Há uma crise grave na cultura. Suzano tem sorte. Cultura gera renda, emprego e possibilita que o ser humano entenda melhor as suas possibilidades e gera impacto em outros setores".
 
Ele ainda disse que o governo suzanense entende a importância da cultura. Disse também que o país esconde a riqueza cultural que possui. Para o secretário, a expectativa é de que isto um dia mude. 
 
"Temos espaços em vários lugares da cidade, isso é uma forma de inclusão. Conseguimos atingir as pessoas e damos essa oportunidade a todos", contou Vaguinho, ao complementar a resposta do secretário. A entrevista completa de Garippo está disponível no site e Facebook do Diário de Suzano.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias