Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 18 de novembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 16/11/2019
Pmmc maternidade
Pmmc Refis 2019
PMMC SEGURANÇA
PMMC NOVEMBRO AZUL
PMMC MIGO
No Vasques

Ingressos para o espetáculo musical ‘O Jardim da Meia-Noite' podem ser trocados

Trocas são feitas de terça-feira a sábado, das 9 às 18 horas no Centro Cultural

Por de Mogi31 OUT 2019 - 07h30
Ingressos para o evento já podem ser trocados, de terça-feira a sábado, das 9 às 18 horas, no Centro Cultural de Mogi das Cruzes, por um litro de leite em caixa, com validade superior a um mêsFoto: Divulgação
O Theatro Vasques recebe, nos dias 15 e 16 de novembro, o espetáculo musical 'O Jardim da Meia-Noite', inspirado no livro homônimo de Philippa Pearce. Os ingressos para o evento já podem ser trocados, de terça-feira a sábado, das 9 às 18 horas, no Centro Cultural de Mogi das Cruzes, por um litro de leite em caixa, com validade superior a um mês. A produção deste espetáculo, com músicas e trilha sonora originais, é totalmente brasileira e traz no elenco Ricardo Monastero, Elaine Marinho, Erika Altimeyer, Talitha Pereira, Pedro Silveira, Nellson Oliveira e Tainan Pongeluppe. A direção é de Alexandre Tenório e Glaucia da Fonseca.
 
A história de Tom, um garoto que é mandado contra sua vontade para a velha mansão onde vivem seus tios, a fim de escapar do contágio de sarampo que seu irmão menor contraiu. Depois de uns poucos dias de absoluto tédio, a quarentena de Tom se transforma numa aventura, quando um velho relógio leva o garoto a uma outra dimensão em que novas descobertas o deixarão maravilhado. Completamente entusiasmado com tudo que esse novo lugar oferece, ele conhece uma solitária garota, a Tita, com quem trava uma amizade que nos leva a refletir sobre o passar do tempo, a importância da compaixão e da alegria fundamental de se ter com quem contar. 
 
Ricardo Monastero, ator que interpreta Tom e está na novela A Dona do Pedaço como o personagem Lauro, é o responsável pelo projeto. Ele chegou ao texto apresentado por Alexandre Tenório, o diretor do espetáculo. "Esse é um texto que fala sobre esperança. A ideia inicial era que a montagem fosse voltada ao público infantil. Porém, encontramos camadas de reflexão que poderiam ganhar amplitude se não limitássemos o público-alvo", explica.
 
O diretor Alexandre Tenório diz que o que mais o encantou na história foi a maneira como ela fala sobre amizade. "Existem muitos assuntos que são levantados pelo texto original, alguns vieram à tona quando optamos por levar a peça a todo o público. Mas, sobretudo, para mim, o tema central desse espetáculo é a amizade. Podemos ter diversos tipos de relacionamento, mas a amizade é um dos poucos modelos que ultrapassa o tempo e perpassa. Mesmo que nossos amigos morram ou diminuam sua presença física, sua influência e o que eles foram continua lá, muito presente em nossas vidas", afirma Tenório. 
 
Tim Burton, Dalí e muito surrealismo
 
Na história de 'O Jardim da Meia-Noite', Tom se aventura todas as noites em um jardim surpreendente. Através de um portal aberto pelas badaladas de um antigo relógio se depara com seres estranhos, relações de poder e opressão que só poderão ser superadas com verdadeira amizade. 
 
Os elementos visuais potencializam o tom onírico que já existia no texto e ajudam aproximar este clássico da literatura ao nosso público contemporâneo. A direção de arte e as interpretações foram inspiradas no universo de Tim Burton e remetem ao repertório de artistas surrealistas. A encenação destes universos paralelos, o encontro entre dimensões, estimulam a plateia a enxergar, construir e fazer parte desse lugar de sonhos.
 
O projeto para a montagem de O Jardim da Meia-Noite foi aprovado pelo ProAC ICMS e tem o patrocínio das empresas Havan e JSL.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias