Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 18 de novembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 16/11/2019
PMMC MIGO
Pmmc Refis 2019
PMMC NOVEMBRO AZUL
PMMC SEGURANÇA
Pmmc maternidade

‘O Casarão da Coronel e Suas Histórias’: autores contam experiências e falam sobre as peculiaridades em livro

Costa Junior e Vanice pontuaram que a obra traz histórias das décadas de 1950 e 1960, em especial quando um deles morou no antigo Casarão

Por Isabelle Santini - de Suzano06 NOV 2019 - 14h06
Autores falaram sobre livro no programa DS EntrevistaFoto: Sabrina Silva/DS
Depois do lançamento oficial da obra ‘O Casarão da Coronel e Suas Histórias’, os autores Paulo Costa Junior e Vanice Assaz vão realizar, no dia 22 de novembro, das 18 às 20 horas, no futuro Museu Virtual da Educação (Muve), a segunda edição do evento de apresentação do livro e as peculiaridades para a elaboração da obra. A informação foi dada, durante o programa DS Entrevista, realizado na última semana. 
 
Costa Junior e Vanice pontuaram que a obra traz histórias das décadas de 1950 e 1960, em especial quando um dos autores morou no antigo Casarão. Para eles, o evento, que vai ser realizado no local em que a obra foi inspirada, é uma oportunidade para o público poder, além de conhecer um mais da história da cidade, conhecer a estrutura do imóvel. "As pessoas já encomendaram. O livro esgotou rápido e foi melhor do que esperávamos", disse Vanice, quando questionada sobre a expectativa de vendas. O livro vai ser vendido no site da editora Lopes & Acioli. 
 
Na entrevista, Costa Junior falou sobre os anos em que viveu no Casarão. Disse também ter resolvido contar a história do local por causa da curiosidade em que o imóvel desperta nas pessoas. "As pessoas perguntavam como o Casarão era, se havia mudado. Então tinha muita curiosidade, mas pouco conhecimento. De início era para ser só uma pesquisa e, depois, vimos que dava para se tornar um livro e ampliamos", explicou.
 
"Quando morei lá, algumas coisas haviam mudado desde que foi construído em 1920. Mas o espírito é o mesmo. O assoalho, o teto e as janelas. As características daquele lugar são inéditas", complementou Costa Junior. 
 
No livro, as histórias abrigam a vida de Lucinda Sant'Anna Braga, mãe de Paulo, que viveu no Casarão. "É a história da família dele com a história da vizinhança de Mogi. A mãe dele veio de Jacareí e passou a morar no Casarão que, na época, era uma pensão de professoras', explicou Vanice. 
 
A parte de Vanice no livro foi mais informativa. Ela escreveu um capítulo jornalístico e informativo sobre a estrutura do antigo Casarão. "É um capítulo mais técnico. Contei toda a parte informativa do Casarão, que acompanhava nos jornais. Falei sobre a época em que o proprietário queria demolir o imóvel e falei da restauração. Todo esse processo do que era e do que se tornou foi comigo. Acho legal contar isso às pessoas, para que elas possam consultar e se aproximar um pouco mais da história".
 
LANÇAMENTO OFICIAL
 
O livro foi lançado no último sábado (26) na Rua Coronel Casa Franco, 917, na unidade do atual Museu e antigo Casarão - que foi construído em 1920 com um estilo e características do neoclássico.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias