Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 05 de julho de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 04/07/2020

Rapper suzanense Simas canta o desespero e o amadurecimento em 'Unhas e Dentes'

Unhas e Dentes está disponível no Youtube, Spotify, Deezer, Tidal, e em todas as principais plataformas digitais

Por de Suzano21 JAN 2020 - 07h26
Simas (a.ka Lucas Buendía), lança trabalhos como produtor e beatmaker desde 2018, em parceria com outros artistas da Extremo Leste de São PauloFoto: Divulgação

Segundo o Dicionário Online de Português, a expressão “com unhas e dentes”  significa “Com tenacidade e determinação; com toda firmeza”, ou ainda, “Com toda energia, com toda força; de modo corajoso, valente”. Ambas podem ser usadas para descrever como Simas, 23 anos, morador de Suzano (SP), age durante o visceral EP/pseudo-curta “Unhas e Dentes”, lançado já no apagar de luzes de 2019.

Simas (a.ka Lucas Buendía), lança trabalhos como produtor e beatmaker desde 2018, em parceria com outros artistas da Extremo Leste de São Paulo, como Dakazza, Mitxx, Augusto MC e Bonifácio, pelo selo Paese Corp, do qual é um dos idealizadores. 2019 trouxe, porém, novos desafios: Simas se arriscou no microfone lançando os singles “Pouco Demais”, “2 Dedos” e “Suzano Blues”, culminando, ao fim do ano, no lançamento do EP, todos trabalhos produzidos por ele mesmo.

A obra é formada por duas faixas: “Talvez nessa eu tenha ido longe demais”, com a participação de Dakazza, já pede desculpas em seu título: com sua voz rasgada, Simas critica os “raps de mensagem da semana”, trata de questôes familiares (“minha mãe queria ser advogada / acho que esse sonho eu herdei por inteiro / mesmo fazendo som e virando a madrugada / a missão é transformar lágrimas em dinheiro”), trata dos próprios vícios (‘’pra ser sincero minhas batidas mais exóticas / eu vendi pra pagar as de vodka’’) e da solidão do amadurecimento, longe dos clichês de gênero (‘’quem vai perder o sono se eu nunca mais acordar?’’).

A dureza da primeira parte do trabalho é complementada pela beleza da segunda: Em “Bom Dia”, o artista se abre sobre o dia depois da ira: a resignação de seguir em frente e agir normalmente durante o cotidiano, embora às vezes pareça impossível (“quem sabe se eu tentar o bastante / minha mandíbula trave em algum instante / e eu mostre os dentes durante o resto do dia / verdadeiro como poses de fotografia”).

As músicas se completam simetricamente, e fazem alusão ao título do EP: a raiva e as frustrações da primeira são as “Unhas”, que devem ser sempre aparadas e substituídas, enquanto a esperança e capacidade de se reinventar expressas na segunda são os “Dentes”; devem ser cuidados e mantidos, pois não há substituição fácil. O temporário e o vitalício, lado a lado. 

Ambos os instrumentais são formados por bateria eletrônica e samples de piano, baixo e corais manipulados por Simas, além de guitarras gravadas por Pedro Lucas Ferreira e um trecho retirado do podcast Pura Neurose, de Ronald Rios. O clipe, que abarca as duas músicas, é editado por Gabriel Oliveira, o Dakazza, além do própria artista. A capa é de Kathleen Oliveira, que trabalha com Simas desde “2 Dedos”, fazendo todas as ilustrações que acompanham seus trabalhos até então.

Unhas e Dentes está disponível no Youtube, Spotify, Deezer, Tidal, e em todas as principais plataformas digitais.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias