Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 31 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 31/10/2020
PMMC COVID VERDE
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Pms Coronavírus - Fase Verde
Pmmc Sarampo Outubro

Chuva causa estragos na região, deixa 270 desalojados e 7 desabrigados

12 JAN 2016 - 07h01

 Destroços, entulho, móveis do lado de fora das casas, mercadorias destruídas. Esse é o cenário da região, que passou por situação de emergência no último final de semana, devido à força e quantidade da chuva. A região registrou 270 desalojados - sendo 150 em Poá e 120 em Itaquá - e sete desabrigados. Suzano teve 80 residências afetadas (veja mais na capa de Cidade).

De acordo com a Prefeitura de Poá, há 150 pessoas desalojadas e sete desabrigadas. A cidade também registrou uma pessoa ferida e uma enferma. O muro da estação da Companhia de Trens Metropolitanos (CPTM) tombou e duas casas no bairro Cidade Kemel desmoronaram. O morador da área central da cidade, Ricardo Jordão, de 45 anos, estima prejuízo de R$ 7 mil. "Todos os nossos móveis foram molhados. Nosso sofá, o rack, a máquina de lavar, tudo perdido", explicou o morador.

A unidade de saúde de Poá CSII também foi atingida e a água chegou a 1,70m de altura. Pacientes do local devem ligar para o 4636-3200 a fim de serem direcionados para outros locais de atendimento.

Os moradores do Cidade Kemel contaram o que passaram. "Eu não saí de casa, não dava devido à chuva. Alagou tudo aqui, o córrego subiu. Estamos com medo de chover forte de novo", explicou Angélica Valentina Cavalcante, de 27 anos. Sua vizinha, uma idosa, teve a casa desmoronada. "Ela foi hospitalizada. Não sei qual é o estado". A casa estava em ruínas. Roberto Andrade, de 39 anos, também morador do Kemel, diz ter perdido R$ 500 em mercadorias. "Minha loja de materiais de construção foi invadida pela água e perdi várias sacarias".

Os comerciantes da área central de Suzano também foram afetados. O lojista Evandro Luiz dos Santos, de 45 anos, estima perda de R$ 300 mil. Segundo ele, sem o apoio da Prefeitura será difícil. "Estamos sem instalação e mercadoria. Queremos algo que nos possibilite a retomada ao trabalho", comentou o lojista durante a reunião que aconteceu ontem, junto ao prefeito de Poá, Marcos Borges.

"Ficamos presas dentro do salão com a água na altura do nosso ombro. Fizemos um buraco no teto e ficamos no telhado", contou a cabeleireira que passou horas traumáticas no último sábado. "Chamamos a polícia e o bombeiros, mas ninguém veio".

MOGI E ITAQUÁ

Itaquaquecetuba recebeu 106 mm de chuva no fim de semana. Devido a isso, a Prefeitura aponta 120 desalojados do município. Ainda de acordo com a administração, os bairros que foram mais afetados pela chuva foram: Aracaré, Vila Bartira e Jardim Fiorello, e estão sendo monitorados pela Defesa Civil.

Em Mogi das Cruzes, nos últimos três dias, foram registrados 96,6 milímetros de chuvas, o que fez com que a cidade entrasse em estado de alerta. O acompanhamento realizado pela Defesa Civil aponta que o distrito de Cezar de Souza é a região da cidade que mais vem recebendo chuvas e registrou pontos de alagamentos, junto com os distritos de Braz Cubas e Jundiapeba, além da região central.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias