Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Domingo 25 de Fevereiro de 2018

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/02/2018
Alto Tietê

Ciesp: indústrias do Alto Tietê acumulam fechamento de 2,6 mil vagas neste ano

13 AGO 2015 - 19h55

As indústrias do Alto Tietê demitiram cerca de 2,6 mil funcionários neste ano até julho, mês que apresentou resultado negativo, cuja variação ficou em -1,26%, ou seja, queda de aproximadamente 850 postos de trabalho. É o sexto mês consecutivo de queda e o pior de 2015. As informações foram passadas ontem pela Diretoria Alto Tietê do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp). Fazem parte destas estatísticas os municípios de Biritiba Mirim, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá, Salesópolis e Suzano.



Com o resultado de julho, o acumulado no ano é de -3,66%, representando uma queda de aproximadamente 2,6 mil postos de trabalho. Se forem levados em conta os últimos 12 meses, o acumulado é de -3,85%, o que corresponde ao fechamento de cerca de 2.750 vagas de emprego.

O índice do nível de emprego industrial na Diretoria Alto Tietê do Ciesp foi influenciado pelas variações negativas dos setores de Produtos Têxteis (-5,82%); Veículos Automotores e Autopeças (-3,14%); Produtos de Minerais Não-Metálicos (-1,73%); e Metalurgia (-3,09%). Esses setores foram os que mais impactaram o cálculo do índice total da Região.

"O cenário é o pior que poderíamos imaginar para esse ano e que, infelizmente, pode se agravar ainda mais caso a crise política do Brasil não seja contornada e medidas sejam implantadas imediatamente para reaquecer a economia", avalia José Francisco Caseiro, diretor do Ciesp Alto Tietê.



Outras regiões

Entre as 35 diretorias regionais do Ciesp, apenas três tiveram resultados positivos e duas ficaram estáveis. A grande maioria, porém, ficou negativa, a exemplo do resultado final do Estado, que foi de -1,25%. O Alto Tietê, no caso, ocupa o 21º lugar no nível de emprego industrial de julho deste ano.

Quando comparados os meses de julho dos anos de 2014 e 2015, temos um cenário um pouco pior, já que no ano passado o resultado foi negativo em -1,11% e, agora, é de -1,26%.



Foto: Irineu Jr/ DS

 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias