Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 29 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 29/10/2020
PMMC OUT ROSA
Pms Coronavírus - Fase Verde
PMMC COVID VERDE
PMMC MULTI 2020
Pmmc Sarampo Outubro
Suzano

Escritora Carolina Munhóz fala sobre literatura para jovens no Centro Cultural Colorado

22 SET 2015 - 20h09
Uma das escritoras de literatura fantástica mais prestigiadas do Brasil, Carolina Munhóz participou ontem de evento literário no Centro Cultural do Jardim Colorado, em Suzano, onde palestrou pela manhã para uma plateia com cerca de 60 pessoas, entre jovens, estudantes e professores.

Entre outras coisas, ela falou sobre sua carreira, leitura e comentou, ainda, os índices da Avaliação Nacional de Alfabetização (ANA) divulgados semana passada e que mostraram que um em cada cinco alunos do 3º ano do Fundamental não entende o que lê.

“Acho que a literatura é muito importante na escola, mas deveriam existir mais debates, mais incentivo de conversar e de conseguirmos compreender as visões sobre o texto”, disse. “Na escola, me davam alguns livros para ler e eu me sentia burra, porque não conseguia entender metade das palavras. Os clássicos têm que ter espaço, mas também o governo deve inserir aos poucos o que os alunos estão a fim de ler. O livro pode parecer bobo para você, mas, para esse aluno, é o que vai fazê-lo querer ler mais. Se ele não entende o que lê, fica mais fácil de deixar o livro de lado e pegar o celular para jogar”.

Aguardando para pedir autógrafos e tirar fotos com Carolina, as estudantes de Suzano Larissa Cirillo, de 14 anos, e Monalisa Prince, de 17, seguravam exemplares da escritora. “Os livros da Carol mudaram minha vida. Passei por muitas coisas, meus pais se separaram, passo no psicólogo. Troquei as baladas pela leitura quando conheci os livros dela e, quando fiz isso, minha vida mudou muito. Ler virou meu refúgio, largo até o celular”, contou Monalisa, que sonha ser escritora. Larissa ressaltou o carinho que recebe da escritora. “Ela é humilde, carinhosa e o que ela escreve é muito lindo. É muito bom encontrar quem escreveu seus livros preferidos”.

Presente no evento, o secretário de Cultura , Suami Paula de Azevedo, falou da parceria entre Suzano e o Estado por meio do Viagem Literária. “Isto (evento) é extremamente importante. Não acredito em educação sem cultura, e a gente quer levar o escritor, o pintor, o músico para as escolas. Nem sempre dá, mas tentamos”.

 

Folclore

Fã declarada do escritor Paulo Coelho e de J.K. Rowling, autora da série inglesa Harry Potter, Carolina estreou como escritora em 2011 e tem sete livros publicados, sendo um deles “O Reino das Vozes Que Não se Calam”, feito em parceria com a atriz Sophia Abrahão. Em 2016 e 2017 lançará o segundo e terceiro livros, respectivamente, de uma trilogia iniciada neste ano que tem como pano de fundo os Leprechaun, duendes do folclore irlandês.

“Hoje em dia quebrou um pouco a barreira do escritor brasileiro de literatura de fantasia. Quando a gente conseguir exportar um pouco mais os livros brasileiros, vai ser mais fácil levar o folclore brasileiro também para o mundo”, disse. “A Iara, por exemplo. Sinto vontade de escrever algo sobre ela”.

Foto: Aline Gonçalves/DS
 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias