Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 30 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 30/10/2020
PMMC MULTI 2020
Pms Coronavírus - Fase Verde
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC OUT ROSA
Pmmc Sarampo Outubro

Excesso de velocidade lidera ranking de multas nas rodovias da região

29 MAI 2016 - 08h01

O excesso de velocidade liderou o ranking de infrações de trânsito cometidas nas rodovias do Alto Tietê, no primeiro quadrimestre deste ano, dentre cinco violações avaliadas. Ao todo, 36.656 motoristas foram multados por este motivo, de um total de 41.196 multas emitidas entre janeiro e abril. Ou seja, quase 90% das notificações. As outras infrações avaliadas foram o uso do celular ao volante, deixar de usar o cinto de segurança, ultrapassagem pelo acostamento e ultrapassagem pela contramão.

Quatro rodovias da região foram analisadas para o levantamento dos números. Sendo elas a Índio-Tibiriçá (SP-31); Ayrton Senna (SP-70); Pedro Eroles (SP-88), a Mogi-Dutra; e a Dom Paulo Rolim Loureiro (SP-98), a Mogi-Bertioga. Sobre as multas por velocidade, cerca de 29,4 mil foram por transitar em velocidade superior à máxima permitida em até 20%.

As infrações de motoristas que andaram acima de 50% da máxima permitida foram de aproximadamente seis mil e os que ultrapassaram essa porcentagem foram 1,1 mil. Os dados são do Departamento de Estradas de Rodagem de São Paulo (DER-SP).

Deixar de usar o cinto de segurança ocupou o segundo lugar, totalizando 2.544 penalidades, ou 6,17% do total. As multas por este motivo são aplicadas tanto por conta de motoristas ou de passageiros que deixam de utilizar o equipamento de segurança. Das infrações, 1.481 foram devido a condutores sem o cinto e 1.063 por passageiros. Essa atitude é considerada infração grave, com perda de cinco pontos na carteira de habilitação e podendo ocasionar a retenção do veículo.

Outra infração grave apontada na lista é a ultrapassagem pela contramão em linha dupla ou contínua, que aparece na terceira colocação com o número de 1.750 notificações. O que equivale a 4,24% das multas. Para fechar os pontos avaliados estão o uso do celular ao volante (grave) e a ultrapassagem pelo acostamento (média), que somaram 246 multas. Porém, a partir do dia 5 de novembro, manusear o celular enquanto dirige será considerado infração gravíssima, e provocará a perda de sete pontos na habilitação.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias