Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 21 de outubro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/10/2019
Villa Europa
São Paulo Secretaria da educação

Mulher é morta e tem corpo carbonizado

28 AGO 2015 - 08h00

Patricia de Paula Torres, de 24 anos, foi morta e teve o corpo carbonizado, em Itaquá. O suspeito do crime é seu companheiro, de 27. O crime aconteceu na manhã de ontem em um pequeno cômodo onde que moravam, dentro de uma fábrica abandonada, às margens da Rodovia Henrique Eroles (SP-66), no Monte Belo, em Itaquaquecetuba. Há cinco meses, a história do casal era de frequentes agressões por parte do suspeito.

No começo da manhã, o casal iniciou mais uma discussão e, como de costume, o ajudante de pedreiro agrediu Patricia com socos. O ataque foi interrompido depois que outro morador acordou e separou o casal, que voltou a dormir. Um tempo depois, acordou com Patricia pedindo socorro, pois, estava com o corpo totalmente em chamas. O companheiro dela disse que pediria ajuda e fugiu. Entretanto, a Polícia Militar (PM) o encontrou em um posto de combustível desativado.

O delegado do Setor de Homicídios, Eduardo Boigues, disse que o ajudante tentou evitar a prisão alegando que o vizinho tinha a matado. “Primeiro ele falou que foi o vizinho e, depois, disse que Patricia colocou fogo no próprio corpo para se matar. Mas as testemunhas não corroboram com isso”, finalizou.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias