Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 29 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 28/10/2020
Pms Coronavírus - Fase Verde
PMMC MULTI 2020
Pmmc Sarampo Outubro
PMMC OUT ROSA
PMMC COVID VERDE

Obras de nova ligação entre Mogi e Suzano devem começar em 45 dias

12 FEV 2016 - 07h00

 Prometida e esperada há alguns anos pela população de Suzano e Mogi das Cruzes, a ligação entre os dois municípios por meio da perimetral deve ser iniciada em 45 dias. A obra custará R$ 90 milhões e foi anunciada ontem pelo prefeito mogiano, Marco Bertaiolli (PSD), durante inauguração da Delegacia Seccional. O evento contou com a presença do governador Geraldo Alckmin (PSDB), entre outras autoridades.

De acordo com Bertaiolli, a nova avenida levaria o nome Guilherme Georgi, uma vez que a via ganha essa homenagem na chegada a Suzano, no entanto, durante viagem a Mogi (após inauguração da Estação Suzano) com o governador, ele optou por homenagear uma das produções mogianas, a Orquídea. Porém, para que a nova via ganhe este nome, haverá primeiro um concurso nas escolas da rede municipal de ensino.

"Nós costumamos chamar aquela Avenida de Guilherme Georgi porque este é o nome do trecho existente até a divisa com Suzano. Mas com esta nova obra, que dará um corredor inteiramente novo a Mogi das Cruzes, vamos escolher um novo nome e para isso realizaremos um concurso escolar aqui na cidade. Nosso objetivo é encontrar um nome que tenha forte ligação com o município e com suas tradições", disse o prefeito.

O novo Corredor Leste-Oeste é visto como um vetor de mobilidade urbana para os mogianos e também como um instrumento indutor de crescimento em toda a região por onde passará. Hoje, os motoristas que seguem do Centro da cidade em direção a Braz Cubas e a Jundiapeba têm como única opção a Rodovia SP-66, que, apesar de recentemente duplicada com recursos do governo estadual, está saturada. Bertaiolli frisa que, no horário de pico, às 18 horas, o trajeto de 20 quilômetros entre Mogi e Suzano chega a ser feito em duas horas.

Segundo ele, será uma missão resolver esta problemática. "Em até 45 dias daremos início a esta obra. Ela custará quase R$ 90 milhões, sendo que R$ 30 milhões serão disponibilizados pelo Estado, dinheiro que já está na conta da Prefeitura de Mogi. No carro vindo de Suzano para Mogi tivemos (Ele e Alckmin) a ideia de chamar esta via de Avenida das Orquídeas, em homenagem à grande produção da planta na cidade", detalha.

A obra deve ser concluída em 18 meses e efetuada pela Construtora Enpavi. Ainda segundo o prefeito, que também é presidente do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat), o governador deve se reunir com o grupo de prefeitos nas próximas duas semanas. No encontro, cada um deve apresentar as demandas prioritárias da respectiva cidade. Além disso, no encontro será fechado o ciclo de reuniões iniciadas em 2015.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias