Envie seu vídeo(11) 4745-6900
quinta 22 de abril de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 21/04/2021
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
CHECK UP - PÓS COVID

Projeto vai integrar 67 câmeras em 8 rodovias da região

24 DEZ 2015 - 07h01

Oito estradas da região farão parte do "cinturão eletrônico" de videomonitoramento. O projeto que prevê um anel viário de câmeras e será implantado no Litoral e no Alto Tietê. Nas rodovias da região serão 67 câmeras com sistema OCR (sistema de reconhecimento de placas). Em todo o Estado, serão 480 equipamentos OCR, além de 2.181 câmeras de monitoramento. O novo sistema foi lançado ontem pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP). O principal objetivo é reforçar a segurança durante a Operação Verão 2015/2016.

Entre as rodovias da região que serão abrangidas estão: Índio-Tibiriçá (SP-31); Mogi-Taiaçupeba (SP-102); Rodovia Dom Paulo Rolim Loureiro (SP-98), a Mogi-Bertioga; Nilo Máximo (SP-77); Henrique Eroles (SP-66); Pedro Eroles (SP-88), a Mogi-Dutra; Ayrton Senna (SP-70); e Presidente Dutra (SP-60).

"Temos 2.661 câmeras, não apenas ligadas ao Copo, mas também nos batalhões, nas delegacias seccionais e em todos os tablets nas viaturas", informou o secretário estadual de Segurança Pública, Alexandre de Moraes. A pasta estadual frisou que a ação fará com que as cidades tenham o maior anel de monitoramento da América Latina. Com a ação todas as cidades da região estarão conectadas a todos os Batalhões da Polícia Militar (PM), além das delegacias.

Alguns municípios também vão contar com o sistema Detecta. "Durante o ano, fomos progredindo e lançando o Detecta. Em parceria com os municípios, vamos dar um combate cada vez mais efetivo a criminalidade", ressaltou Moraes. A secretaria informou, que com isso, o sistema receberá alertas em tempo real com relação aos roubos e furtos de carros, já que o sistema OCR permite esta identificação.

Alarmes inteligentes

As câmeras já equipadas com radar também detectam algumas situações suspeitas como, por exemplo, veículo furtado, veículo roubado, veículo envolvido em ação criminosa, proprietário de veículo com mandado de prisão e proprietário de veículo com registro de desaparecimento.

Com este recurso, o Detecta dá aos policiais a condição de agir mais rapidamente no combate ao crime, além de oferecer o que se chama de "consciência situacional".

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias