Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 29 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 29/09/2020
Pmmc Sarampo
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
ÚNICCO POÁ
PMMC COVID SAÚDE
SOUZA ARAUJO

Quadrilha usa drones para ‘escolher’ casas

03 MAR 2016 - 08h01

Uma câmera acoplada em um drone. Este equipamento era usado para mapear e escolher as casas de luxo que seriam invadidas e roubadas por uma quadrilha especializada em assaltos a condomínios de alto padrão no Alto Tietê, Vale do Paraíba e Interior Paulista. Uma operação desencadeada ontem terminou na prisão de cinco criminosos, em Arujá, Jacareí e na Capital. O delegado responsável pelo caso, Alexandre Batalha, informou que a prisão temporária de cinco dias foi expedida pela Justiça, no entanto, o pedido da preventiva já foi solicitado, mas aguarda resposta.

As investigações duraram pouco mais de um mês. A quadrilha passou a ser identificada à medida que ligações telefônicas foram interceptadas e confirmavam a respectiva participação do bando em vários assaltos a condomínios de luxo, sendo o último cometido na madrugada de terça-feira.

“Reunimos informações e passamos a acompanhá-los diariamente. Em meio às investigações ainda descobrimos que esta quadrilha já planejava outros assaltos, sendo um no município e os demais em Campinas e na Capital. Porém, a localização não temos”, explicou Batalha.

MAPEAMENTO

Alexandre ainda enfatizou que o grupo adotava um método incomum para escolher os alvos e delimitar a rota de fuga. “Eles mapeavam a invasão e o trajeto até as casas escolhidas usando um drone, sendo que observavam quais aparentavam ter itens de valor”.

A polícia ainda disse que a quadrilha optava pelo roubo de eletroeletrônicos e quantias em reais e dólares, que não poderiam ser rastreados.

“O bando até roubada as joias. Mas, depois ligavam para as vítimas e pediam uma espécie de resgate, solicitando um valor estimado pelas joias e relógios”, finalizou Batalha.

O caso ainda segue sob investigação.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias