Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Logo de aniversário de 60 anos
sexta 23 de julho de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 23/07/2021

A cidade que queremos

03 AGO 2016 - 08h00

A cidade que queremos é a cidade com oportunidades: de emprego, de vencer na vida, de garantir o sustento para a família e de viver com tranquilidade e segurança. É o município com investimento público que venha beneficiar os milhares de suzanenses. São eles que lutam todos os dias para melhorar e aprimorar o município. Nestas eleições, os candidatos a prefeito de Suzano vão ter a oportunidade de atender as reivindicações.

São muitas. Vão desde mais emprego, até mais segurança, mais oportunidade de lazer e garantia de que a cidade vai se desenvolver.

As eleições são, sem dúvida, uma grande oportunidade de ambos os lados: os eleitores terão a chance de cobrar e dizer que só votam nas propostas que vão ao encontro das demandas e, de outro, os “prefeituráveis” vão ter a oportunidade de demonstrar aos eleitores o que eles podem apresentar de melhor. O eleitor de hoje espera por propostas. Espera resultados satisfatórios. E, por incrível que pareça, apesar da crise de credibilidade na política, o eleitor passou a acompanhar mais a política. Talvez por causa da imensidão de denúncias nacionais envolvendo políticos de primeiro escalão. Agora, o momento é importante.

É a hora de colocar na balança, pesar quem está com melhores intenções de propostas. Evidentemente praticamente todos os prefeitos que passaram pela cidade conseguiram fazer um pouco. Talvez não o suficiente para garantir 100% da satisfação e expectativa dos eleitores. Mas é importante esperar pelo melhor. A crise atual do País respingou em praticamente todos os municípios. Recentemente a Confederação Nacional dos Municípios (CNM) reconheceu essa dificuldade em mais da metade das prefeituras. Elas vivem em dificuldade financeira, com expectativa de garantir o 13º salário dos servidores. A situação é realmente crítica. E, nessas eleições a oportunidade se abre na “primeira esfera”: as prefeituras. São elas que terão a oportunidade de iniciar as mudanças para garantir a cidade que “todos querem”.

As dificuldades realmente podem ser imensas, mas o trabalho em conjunto entre população e governo municipal pode trazer vantagens imensas.

Muito se fala em crise hídrica, deficiência do transporte público, formação de ilhas de calor nos grandes centros, córregos e rios canalizados, verticalização das cidades e pessoas cada vez mais estressadas. Retratos de um mundo caótico e cidades desordenadas. As questões levam as pessoas a pensar: que cidade queremos?

A resposta é complexa, tem muitas interpretações, mas está principalmente na participação da sociedade na discussão do tema que deve ser um dos eixos centrais de definição das políticas públicas voltadas às cidades. As pessoas querem construir uma cidade melhor junto com os governos, sendo coparticipantes das políticas públicas e não apenas beneficiários. A oportunidade está aí. As eleições são objeto importante de mudança na democracia.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias