Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 09 de agosto de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 08/08/2020
PMMC  VACINAÇÃO - SARAMPO
PMMC ECOTIETÊ
Pmmc Mutirão da Catarata
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Até 10 de maio

18 ABR 2020 - 23h59
Na sexta-feira, o governador João Doria anunciou a extensão da quarentena em todos os 645 municípios do Estado de São Paulo até 10 de maio. 
Todo o Alto Tietê segue a determinação. Com isso, a medida mantém o fechamento de comércio e serviços não essenciais para reforçar o isolamento social e reduzir a circulação de pessoas ante o crescimento de casos e de mortes pela Covid-19.
Será, sem dúvida, mais um período de sacrifício, mas que é necessário para tentar conter o avanço da pandemia de coronavírus no Estado de São Paulo.
O País sofre com aumento dos casos diariamente.
O governo do Estado afirma que a atitude é de extrema responsabilidade e vai evitar o colapso no atendimento da saúde pública e privada. 
Para reabrir o comércio e os serviços, será preciso, primeiro, controlar a contaminação e ter o sistema de saúde em condições de atendimento para salvar vidas.
No período de um mês desde o primeiro registro de morte provocada pelo coronavírus em São Paulo, o Estado registrou mais de 11 mil casos confirmados de coronavírus e mais de 850 mortos pela doença. 
Atualmente, São Paulo é o epicentro das contaminações por coronavírus no Brasil. Daí a importância de se renovar a medida de quarentena.
A restrição de acesso a estabelecimentos comerciais e o veto a eventos públicos ou privados com aglomerações está em vigor desde o dia 24 de março. Esta é a segunda vez que o Estado determina a prorrogação da quarentena para reduzir a velocidade de contágio do coronavírus e permitir que o sistema de saúde mantenha a capacidade de atendimento nas redes pública e privada.
De acordo como o Coordenador do Centro de Contingência do coronavírus em São Paulo, o médico infectologista David Uip, a decisão do grupo de 15 especialistas em medicina e ciência foi unânime pela prorrogação da quarentena.
Desta forma, como afirma o governo estadual, esta manutenção é absolutamente fundamental tanto do ponto de vista da área metropolitana da capital como os da Baixada Santista e do interior. Nos últimos dias, o número de casos de contaminação pelo coronavírus aumentou a pressão sobre os hospitais públicos e privados, principalmente na rede privada. A taxa de ocupação de leitos de UTI já alcança 60% nas regiões metropolitanas da capital, litoral e interior. Algumas unidades da Grande São Paulo já atuam perto do limite de atendimento.
Outro sinal de alerta para a extensão da quarentena foi a queda do índice de isolamento social tanto na média estadual como na medição específica da capital. As ações vão se manter e a luta para conter o vírus continua.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias