Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Logo de aniversário de 60 anos
sexta 07 de maio de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 07/05/2021

Atendimentos no PS

14 ABR 2021 - 05h00
Apesar de praticamente todos os esforços da saúde estarem concentrados no combate à Covid-19, muitos pacientes de Suzano continuam chegando no Pronto-Socorro (PS) da cidade com outras doenças.
A situação preocupa, porque os casos não param de chegar. Pacientes querem ser atendidos nas especialidades.
O combate à Covid-19 é realizado, sobretudo, com a vacina contra a doença.
Apesar de a vacinação seguir pouco lenta, ainda é a única alternativa para salvar vidas.
Na edição de ontem, o DS trouxe reportagem mostrando que o Pronto-Socorro de Suzano realizou 47.622 atendimentos nos primeiros meses de 2021. Foram 16.522 atendimentos em janeiro, 16.081 em fevereiro e 15.019 em março.
O jornal mostrou que o número é menor se comparado ao mesmo período do ano passado.
Só para se ter uma ideia, nos três primeiros meses de 2020 foram 50.875 atendimentos realizados, sendo 17.256 em janeiro, 17.565 em fevereiro e 16.054 em março. Os números mostram uma queda de 6,4% no período. 
Pelo menos 126 funcionários da Secretaria de Saúde estão atuando na unidade: 36 auxiliares de enfermagem, 33 técnicos de enfermagem, 23 enfermeiros, 16 médicos, 10 auxiliares administrativos, 6 ajudantes gerais e 2 assistentes sociais. 
O Pronto-Socorro também conta com profissionais de empresas privadas e profissionais da Santa Casa da Misericórdia de Suzano. 
Em março, a Prefeitura de Suzano inaugurou uma nova ala no Pronto-Socorro Municipal (PS) específica para o atendimento de pacientes diagnosticados com o novo coronavírus (Covid-19). 
Quando começou a funcionar, o “covidário” acolheu, de imediato, nove pessoas identificadas com a doença.
O local recebe pacientes apenas por encaminhamento, portanto o atendimento segue sendo realizado no PS. 
Se for necessário, a pessoa é encaminhada ao “covidário”, onde realizará cadastro e poderá ser direcionada para uma das poltronas de oxigenoterapia ou, em casos mais graves, para um leito adequado a sua condição. 
O espaço conta com 15 unidades semi-intensivas, todos com respiradores e monitores de parâmetros, nove poltronas para oxigenoterapia de pacientes estáveis, salas de medicação, triagem e coleta, dois consultórios médicos e dois postos de enfermagem.
É importante que os atendimentos sigam garantindo o máximo de segurança para que se evitem o pior. 
O Pronto-Socorro é uma das principais portas de entrada de pacientes na cidade e é preciso que continue recebendo investimentos.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias