Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 28 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 27/09/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC COVID SAÚDE
ÚNICCO POÁ
Pmmc Sarampo

Bancários em greve

07 OUT 2015 - 08h00

Os clientes das agências bancárias tiveram de ter muita paciência ontem por conta da greve dos bancários de instituições públicas e privadas.

A maioria dos bancos fechou. A greve é uma tentativa de conseguir um reajuste salarial da categoria, que reivindica 16% de reajuste salarial (incluindo reposição da inflação mais 5,7% de aumento real), entre outras demandas, como o fim do assédio moral e das metas abusivas, informou a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT). Entre 2004 e 2014, os bancários tiveram 20,7% de ganho real nos salários e 42,1% no piso, conforme a Contraf.

É evidente que o direito de greve deve ser exercido em sua plenitude, desde que não ocorram excessos, como agressões físicas ou verbais.

A entidade dos juízes do trabalho tem posição histórica em defesa da greve, até porque, esse é um direito fundamental previsto na Constituição, que deve ser exercido de forma pacífica.

Segundo a Contraf, estão em greve os trabalhadores nos seguintes estados: Acre, Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Paraíba, Pará, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Roraima, São Paulo, Sergipe, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Rondônia e no Distrito Federal.

Em Suzano, algumas agências também fecharam as portas, conforme pesquisa feita pelo DS e que está sendo publicada na edição de hoje.

Quem recorreu aos caixas eletrônicos para fazer pagamentos e saques teve grandes dificuldades. O DS registrou também cartazes e faixas com a palavra greve que foram afixados nos bancos do Centro.

Sabendo da greve, o consumidor deve redobrar a atenção com as datas dos boletos e procurar meios de pagar em dia. O Procon-SP afirma que "para não ser cobrado de eventuais encargos e, ainda, para que seu nome não seja enviado aos serviços de proteção ao crédito, a recomendação é que o consumidor entre em contato com a empresa e peça opções de formas e locais para pagamento, como internet, sede da empresa, casas lotéricas, código de barras para pagamento nos caixas eletrônicos”.

Portanto é aguardar uma definição sobre a paralisação. A expectativa é de que a situação se normalize nos próximos dias.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias