Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 21 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 20/09/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC COVID SAÚDE

Chegada das urnas

05 AGO 2016 - 08h00

Os cartórios eleitorais de Suzano projetam utilizar mais de 700 urnas nas eleições deste ano. Alguns equipamentos, 663 unidades, já estão na cidade. Sendo 360 urnas referentes ao cartório da 181ª Zona Eleitoral e outras 303 referentes à Zona Eleitoral 415.

O DS trouxe reportagem sobre o assunto na edição de ontem. Nas eleições municipais deste ano, a urna eletrônica brasileira completará 20 anos.

Desenvolvida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para garantir ainda mais segurança e transparência ao processo eleitoral – eliminando a intervenção humana dos procedimentos de apuração e totalização dos resultados –, ao longo destas duas décadas, a máquina informatizada de votar continua sendo símbolo de credibilidade e de democracia.

Esse nível de informatização do sistema eleitoral foi alcançado gradualmente, sempre passando pelo crivo da segurança e da garantia do sigilo do voto, acompanhando a evolução tecnológica mundial. Entretanto, a criação de um aparelho mecanizado para coletar votos é um desejo antigo no País, segundo especialistas. O primeiro Código Eleitoral, de 1932, previa em seu artigo 57 o “uso das máquinas de votar, regulado oportunamente pelo Tribunal Superior (Eleitoral)”, devendo ser assegurado o sigilo do voto.

Ontem, reportagem publicada no DS mostrou que os cartórios estimam que mais 25 equipamentos cheguem nas duas unidades para serem alocadas nas sessões de justificativas e ficarem em modo de contingência. Suzano conta, atualmente, com 211.653 eleitores aptos para votação.

Todas as urnas passaram por testes no primeiro semestre deste ano. Neste semestre, novas avaliações são feitas, sendo que na 181ª Zona Eleitoral já foi realizado procedimentos de checagem entre os dias 12 e 26 de julho. Já na 415ª Zona Eleitoral, os novos testes estão previstos para ocorrer a partir do próximo dia 16. Além disso, até o dia das eleições, em 2 de outubro, os equipamentos passarão por outros testes, além de receber recarga nas baterias internas e reserva. Ontem, os cartórios realizaram um simulado com o objetivo de testar o programa utilizado para as eleições.

As vantagens da utilização da urna eletrônica são inúmeras. As principais são impedir fraudes por meio de bloqueio do número do título; conferência da carga (das informações para a urna) pode ser acompanhada pelos fiscais, antes da urna ser lacrada; emissão da zérezima (relação de candidatos e votos zerados) às 7h30, provando que não há votos registrados na urna; emissão do boletim da urna ao fim da votação, em 5 vias, sendo que uma é afixada na entrada da seção eleitoral, uma é entregue aos fiscais de partidos que estiverem presentes, e as demais à Junta Totalizadora de votos; o mapismo, ou seja, alteração de dados manualmente ao preencher o boletim da urna é eliminado; além das falhas humanas.

Isso sem contar a praticidade na justificativa do voto na seção eleitoral.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias