Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 31 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 31/10/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Pmmc Sarampo Outubro
Pms Coronavírus - Fase Verde
PMMC COVID VERDE

Chuvas: lugar comum

12 MAR 2016 - 08h00

Falar dos problemas causados pelas chuvas na região e, agora principalmente na Grande São Paulo, virou lugar comum. A tragédia provocada pelas inundações crescem à medida em que as chuvas se intensificam neste mês de março. Uma cena se repete. Moradores perdem tudo e lamentam a rotina de prejuízos ocasionados todas as vezes que chove.

No Alto Tietê a situação é crítica com bairros alagados e moradores com prejuízos incalculáveis.

Em São Paulo, a situação é a mesma. O Corpo de Bombeiros confirmou que foram ocasionadas pelo menos 18 mortes por conta da chuva da noite de quinta-feira.

Segundo a corporação, foram registradas quatro mortes no município de Mariporã; dez em Francisco Morato, causadas por um soterramento; e duas por afogamento: uma em Guarulhos e outra em Cajamar.

Um dos municípios mais afetados é o de Itapevi, na Região Oeste da Capital paulista. De acordo com a Coordenadoria de Defesa Civil de Itapevi, cerca de 5 mil residências foram afetadas pelas inundações. A Defesa Civil ressaltou, no entanto, que não foram registrados casos de pessoas mortas, feridas, desabrigadas ou desaparecidas. (O DS traz informações na edição de hoje).

Na Capital paulista, a chuva não causou tantos danos quanto nas cidades do entorno, embora os dois principais rios do município (Tietê e o Pinheiros) tenham transbordado, o que não ocorria desde 2005. Os extravasamentos ocorreram na altura das pontes Presidente Dutra, Limão, Barragem Móvel e Cidade Universitária.

O problema das inundações em áreas urbanas existe em muitas cidades brasileiras, não somente no Alto Tietê ou São Paulo, e suas causas são tão variadas como assoreamento do leito dos rios, impermeabilização das áreas de infiltração na bacia de drenagem ou fatores climáticos.

Especialistas dizem que o homem por sua vez procura combater os efeitos de uma cheia nos rios, construindo represas, diques, desviando o curso natural dos rios, etc. Mesmo com todo esse esforço, as inundações continuam acontecendo, causando prejuízos de vários tipos.

O melhor meio para se evitar grandes transtornos por ocasião de uma inundação é regulamentar o uso do solo, limitando a ocupação de áreas inundáveis a usos que não impeçam o armazenamento natural da água pelo solo e que sofram pequenos danos em caso de inundação.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias