Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 27 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 27/09/2020
PMMC COVID SAÚDE
ÚNICCO POÁ
Pmmc Sarampo
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Direção perigosa

17 NOV 2015 - 07h00

O DS trouxe, na edição de domingo, reportagem mostrando que as autoescolas de Suzano já estão se adaptando para atender os alunos interessados em tirar a Carteira Nacional de Habitação (CNH), conforme a nova exigência do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), com o uso obrigatório de simuladores de direção veicular.

A medida é uma das formas de evitar que a CNH seja dada para pessoas não aptas a dirigir.

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP) quer apertar o cerco e aumentar o trabalho de fiscalização na tentativa de evitar um maior número de acidentes e garantir segurança, tanto para quem dirige como para quem está nas ruas.

A reportagem do DS trouxe informação de que, atualmente a cidade tem 22 escolas, sendo que cinco simuladores estão cadastrados.

Especialistas dizem que umas das grandes vantagens do uso do simulador é que ele permite a exposição a uma gama de situações paralelas ao mundo real.

Isso concede maior segurança e integridade física tanto para o condutor, quanto para o instrutor. Além disso, “o início da formação se dá em um ambiente seguro, sem estresse, permite um ganho de autoconfiança ao candidato e, principalmente, a criação de diversas situações de tráfego sejam elas condições normais ou adversas”, garantem especialistas.

Mesmo sem ter a obrigatoriedade, alguns Centros de Formação de Condutores (CFCs), vinculados as autoescolas no município, já utilizavam o simulador há mais de um ano.

Este é o caso da unidade de formação na Avenida Armando de Salles Oliveira, no Centro de Suzano.

O simulador pode ser usado de duas maneiras: uma como treinamento e outra para verificar a competência da tarefa.

À medida que a tarefa é repetida, supõe-se que o motorista esteja aprimorando determinadas funções cognitivas importantes para o ato de dirigir.

O uso dos aparelhos pode ser válido, principalmente quando o objetivo é evitar acidentes e mortes no trânsito.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias