Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 31 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 30/10/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Pms Coronavírus - Fase Verde
Pmmc Sarampo Outubro
PMMC COVID VERDE

Direito dos trabalhadores

11 JUN 2016 - 08h00

As discussões em torno da manutenção dos direitos dos trabalhadores geram preocupação, por parte de diferentes categorias, em função de dúvidas sobre os novos projetos.

Ontem, em almoço com representantes de centrais sindicais para discutir pautas como desemprego e reforma da Previdência, o presidente interino Michel Temer disse que o governo “não fará nada contra os trabalhadores” e que é preciso “fazer mudanças por meio do diálogo”.

A história das relações trabalhistas é ampla e começou a partir do momento em que os humanos sentiram a necessidade de realizar tarefas, muitas vezes, para sobreviver, criando ferramentas e usando ao seu favor a sua força. Mas isso não significa, que os trabalhos realizados na Pré-História são os mesmos executados na atualidade.

Especialistas afirmam que é preciso observar os direitos trabalhistas. O Direito do Trabalho é o ramo do Direito que tem por objeto as normas, instituições jurídicas e os princípios que regram as relações de trabalho subordinado, dispondo sobre sua melhor organização e abrangência de sua atividade.

Ontem, Temer voltou a afirmar que pegou o País em grande dificuldade. O problema do desemprego no país e a reforma da Previdência foram os principais temas do encontro ontem com sindicalistas.

Sobre a reforma da Previdência, há uma ampla discussão pela frente, já que o governo insiste em idade mínima para aposentadoria e as centrais não concordam com a proposta.

Está marcada para segunda-feira uma reunião do grupo de trabalho criado em maio pelo presidente interino com as centrais sindicais para apresentar propostas e discutir a reforma da Previdência.

As centrais sindicais não concordam com a idade mínima para aposentadoria e levaram a Temer sugestões para resolver o problema de caixa de Previdência.

Uma das sugestões levadas pelas centrais ao presidente interino para estimular a geração de empregos é a edição de uma Medida Provisória (MP) para tratar de acordo de leniência em empresas que têm diretores presos pela Operação Lava Jato, da Polícia Federal.

As discussões vão prosseguir com incertezas, mas com a expectativa de que os direitos trabalhistas serão mantidos.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias