Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Logo de aniversário de 60 anos
quarta 16 de junho de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 16/06/2021
EDP SEGURANÇA

Dois anos de monitoramento

16 MAI 2021 - 05h00

A Segurança Pública foi um dos setores reforçados na atual gestão, em Suzano, com a ampliação do número de câmeras de monitoramento.
Na semana passada, o DS trouxe reportagem mostrando que a Central de Segurança Integrada (CSI) de Suzano completou dois anos. 
O serviço é responsável pelo monitoramento contínuo das vias públicas em diversos pontos do município, identificando irregularidades e colaborando de forma conjunta com as forças de segurança para fiscalização e combate à criminalidade. Em dois anos de atuação, o órgão colaborou para a resolução de pelo menos 695 ocorrências.
Um trabalho de extrema importância para garantir a sensação de segurança da população da cidade.
Localizado no subsolo do Paço Municipal Prefeito Firmino José da Costa, o espaço conta com salas de verificação de imagens e de crise, para reunião de delegados, agentes de segurança e autoridades, com o objetivo de definir estratégias e ações preventivas e de combate ao crime e às infrações. A central também conta com ala de comunicação, que interliga e recebe informações de todos os órgãos de segurança da cidade. 
As câmeras de monitoramento são importantes porque o alcance que elas atingem é fundamental para auxiliar o trabalho da Guarda Civil Municipal (GCM) e polícias.
Não substituem o trabalho dos agentes, mas garantem, de forma direta, um auxílio ao trabalho policial contra o crime.
Os agentes responsáveis pelo acompanhamento trabalham com 76 câmeras de segurança de alta qualidade, que estão espalhadas na área central, no centro expandido, no Parque Maria Helena e no bairro Cidade Miguel Badra. 
A equipe ainda conta com o acesso a 32 equipamentos do Sistema Detecta, instalados nas entradas e saídas de Suzano em parceria com o governo do Estado. No total, são 108 aparatos de segurança usados como recurso para coibir irregularidades e preservar a integridade dos cidadãos. 
Desde 2019, primeiro ano de atuação da central, cerca de 585 casos foram atendidos por meio do sistema, sendo que em 128 destas ocorrências o monitoramento teve importância crucial para a solução dos crimes, com identificação e localização de suspeitos e veículos e apoio em tempo real para os agentes em campo, o que possibilita agilidade na tomada de decisões. Até abril deste ano, 110 demandas de segurança pública foram auxiliadas por meio das câmeras.

 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias