Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 26 de fevereiro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/02/2020
CENTRO MÉDICO
PMMC SARAMPO
MAGIC CITY

Editorial

17 JAN 2020 - 23h59
Um levantamento importante, divulgado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), apontou que mais de 57 milhões de procedimentos – entre consultas, tratamentos, cirurgias, exames e atendimentos ambulatoriais – foram realizados nos 193 hospitais públicos, estaduais e municipais, do Estado de São Paulo no primeiro semestre de 2019.
Na edição de ontem, o DS trouxe dados das cidades do Alto Tietê. 
A amostra representa 31.115 leitos existentes e uma rede de atendimento que conta com um corpo de 28.179 médicos devidamente cadastrados no sistema.
O levantamento é importante para mostrar a produtividade das unidades de saúde.
Os dados obtidos dos vários sistemas pelo Tribunal de Contas do Estado, são referentes ao primeiro semestre de 2019 (entre janeiro e junho), e estão disponibilizados no Painel da Saúde – ferramenta desenvolvida pela Corte para mostrar um panorama da assistência hospitalar pública prestada aos cidadãos.
No levantamento estão relacionados hospitais da região, entre eles Luzia de Pinho Melo (Mogi das Cruzes), Osíris Florindo Coelho (Ferraz de Vasconcelos) e Geral de Itaquá.
Em âmbito estadual, só para se ter uma ideia, o Hospital das Clínicas da FMUSP, na Capital, lidera o ranking com o maior número de atendimentos, 4,3 milhões, o que representa 7,5% do total. 
A unidade, que é a maior em número de leitos (1.455), também foi a que mais realizou internações, totalizando 26.830 no período de seis meses.
Campinas e Botucatu completam a lista dos três estabelecimentos universitários que mais efetuaram atendimentos, como o Hospital das Clínicas da Unicamp e o Hospital das Clínicas de Botucatu, totalizando 2 milhões e 1,9 milhão de procedimentos, respectivamente. 
O levantamento foi extraído a partir das bases de dados e informações colhidas junto ao Ministério da Saúde e às pastas estaduais da Saúde e da Fazenda; e abrange os 193 hospitais próprios administrados diretamente pelo Estado e/ou municípios. Não estão incluídos no painel os hospitais de entidades sem fins lucrativos ou filantrópicos, como as Santas Casas.
Do total, 53 unidades estão localizadas na Capital e 140 se encontram em 95 municípios do Estado. 
O Painel contempla dois tipos de unidades: Hospitais Gerais (158), que representam 81,7% do total, e Hospitais Especializados (35), num percentual de 18,13%. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias