Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 25 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/10/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Pmmc Sarampo Outubro
SOUZA ARAUJO
PMMC OUT ROSA
ÚNICCO POÁ

Escolas técnicas

06 MAI 2016 - 08h00

Escola técnica é sinônimo de ingresso profissional. É indispensável dizer sobre sua importância.

Hoje em dia, o mercado de trabalho brasileiro é cada vez mais competitivo e, como tal, demanda mais e mais mão de obra qualificada, esta dinâmica do mercado gera a necessidade de um trabalhador idôneo e de uma escola técnica atualizada. A escola técnica deve estar focada nas aplicações e práticas profissionais sem esquecer os fundamentos teóricos. A escola técnica de hoje, precisa desenvolver no trabalhador habilidades que lhe permitam executar tarefas especializadas e melhorar o desempenho com o passar tempo, sempre na procura do aperfeiçoamento.

A crise nas escolas técnicas, por toda a importância que têm, é prejudicial para milhares de estudantes. É também legítima toda a reivindicação dos estudantes e professores por merenda e melhoria nas escolas.

O DS trouxe reportagem ontem mostrando que a ocupação da sede do Centro Paulo Souza, em São Paulo, que é responsável pela coordenação das Escolas Técnicas (Etecs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs) do Estado, pode afetar os serviços prestados nas unidades da região. A informação foi divulgada pelo próprio Centro e, de acordo com eles, serviços como compra e envio de insumos, emissão de diplomas e certificados de conclusão de curso, além de capacitações de professores, estão suspensos.

Na região, as Etecs estão nos municípios de Suzano, Mogi das Cruzes, Ferraz de Vasconcelos, Itaquaquecetuba, Poá e Guararema. Em Mogi e Itaquá há unidades da Fatec.

Não há dúvida que as escolas técnicas têm importância fundamental para o futuro da juventude, porque, por meio dos cursos oferecidos, elas inicialmente podem “qualificar e preparar uma geração inteira”, de modo que o jovem consiga o primeiro emprego e entre no mercado de trabalho e, em segundo lugar, contribua.

Atualmente a juventude é o segmento com maior percentual de pessoas desempregadas.

O empreendedorismo é uma peça essencial. Estatísticas mostram que 64% dos jovens gostariam de ser empreendedores individuais.

É importante que a situação das escolas técnicas sejam resolvidas e as melhorias solicitadas, atendidas.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias