Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 29 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 29/09/2020
SOUZA ARAUJO
ÚNICCO POÁ
PMMC COVID SAÚDE
Pmmc Sarampo
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Mais agentes...

28 JAN 2016 - 07h00

A luta contra o mosquito Aedes aegypti cresce em todo o País. Nesta semana, o ministro da Saúde, Marcelo Castro, disse que a “batalha contra a dengue” estava sendo perdida.

Isso por conta dos inúmeros casos, o crescimento de locais de focos do mosquito e a grande preocupação das gestantes com a possibilidade de serem contaminadas com o zika vírus.

No entanto, a presidente Dilma Rousseff (PT) afirmou ontem, em Quito, no Equador, que a "batalha" contra o mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como a dengue e as febres chikungunya e amarela, além do zika vírus, não está perdida.

O ministro da Saúde se tornou alvo de críticas em razão de declarações polêmicas concedidas à imprensa. O último episódio envolvendo o titular da Saúde gerou contrariedade no Palácio do Planalto, segundo informou o Blog do Camarotti, por conta da avaliação de Castro de que o País está perdendo a “guerra” contra o mosquito Aedes aegypti.

Com as dificuldades reconhecidas pelo governo federal no combate ao mosquito, os municípios vão tentando fazer sua parte. Além de todo o aparato contra os focos de dengue, e os inúmeros trabalhos de conscientização, prefeituras, como a de Suzano, tentam reforçar a equipe que vai combater o mosquito.

O DS trouxe, na edição de ontem, informação de que conta da epidemia de dengue em toda a região do Alto Tietê e a gravidade das doenças como chukungunya e zika vírus, também transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, a Secretaria de Saúde de Suzano anunciou a contratação de mais 13 agentes epidemiológicos para aumentar as ações no município contra a proliferação do mosquito. Atualmente, a cidade tem 15 agentes que se dividem entre a Vigilância Sanitária e a Zoonoses. Os novos funcionários devem iniciar as atividades nas próximas semanas.

O processo de contratação destes novos funcionários está em andamento. Mas, além de tudo, é importante a conscientização da população sobre os perigos do mosquito.

A dengue tem sido um problema recorrente no País. A chikungunya e principalmente o zika vírus vem tirando o sono na população e dos servidores da saúde. Por tudo isso, o reforço e o trabalho conjunto, entre autoridades de saúde e população, pode contribuir para que essa batalha seja vencida.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias