Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 18 de novembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 16/11/2019
Pmmc maternidade
PMMC MIGO
PMMC NOVEMBRO AZUL
PMMC SEGURANÇA
Pmmc Refis 2019

Mais carros nas ruas

29 OUT 2019 - 23h59
Suzano tem mais carros nas ruas. Na semana passada, o DS trouxe reportagem mostrando que a cidade registrou, nos primeiros oito meses deste ano, aumento de 4,72% no número de carros em comparação ao mesmo período do ano passado. São quase 100 mil veículos circulando todos os dias.
O carro hoje, em muitas cidades, não significa maior mobilidade. Pelo contrário, acaba entupindo o trânsito, provocando um caos, um congestionamento gigante.
Mas é importante deixar claro, segundo especialistas: o carro não é o único vilão da história. Prefere o automóvel quem não tem um transporte público eficiente nas cidades do País.
Crescendo a cada ano, os índices de congestionamento passaram a ser chamados de "filas", para acalmar os motoristas, já que o problema não é resolvido. Em alguns lugares, há congestionamento já dentro da garagem do edifício. Os espaços públicos são cada vez mais tomados pelo automóvel. Cada extensão de avenida, cada nova ponte e viaduto, cada túnel dedicado aos automóveis acaba por incentivar ainda mais o uso do carro, causando o congestionamento depois de um curto período de alívio ilusório..
No caso de Suzano, em agosto do ano passado, a cidade contabilizou 94.999 carros. Já neste ano, Suzano registrou 99.485 automóveis, um acréscimo de 4.486 carros, conforme informações do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de São Paulo.
Para se ter ideia, o maior aumento no registro do número de carros neste ano foi de julho a agosto. No sétimo mês do ano, Suzano registrava 98.970. Em agosto, oitavo mês, a cidade passou a contar com 99.485, um acréscimo de 515 automóveis.
Já em 2018, o maior registro foi no começo do ano, de janeiro a fevereiro. O segundo mês do ano contou com 93.840 carros ante 93.288 em janeiro, um acréscimo de 552 novos automóveis.
De um mês para outro o menor registro em 2019 foi de fevereiro para março, fazendo relação aos demais meses. 
Em fevereiro, o município contabilizou 93.840 carros. Em março, a cidade passou a contar com 93.982, um acréscimo de 142 automóveis.
Especialistas afirmam que o excesso de automóveis nas grandes cidades é uma questão que vem se agravando nas últimas décadas,por conta da alta concentração de pessoas no espaço urbano. Essa questão é antiga, mas ainda não foi solucionada. Em 1950, por exemplo, o processo intenso de urbanização no Brasil se associou ao número de uso de veículos motorizados tanto automóveis quanto ônibus, resultado de uma política de estado que priorizou os investimentos nas indústrias. 
Já em 1960 nota-se uma valorização da cultura do carro ou seja mais vias começaram a ser construídas e a preferência por automóveis aumentou. 
É importante que as autoridades venham acompanhando esse crescimento de veículos, até como uma forma de reaver seus planos na tentativa de melhorar o trânsito diário.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias