Envie seu vídeo(11) 4745-6900
quarta 22 de setembro de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/09/2021

Mais postos de trabalho

03 SET 2021 - 05h00

Uma boa notícia foi divulgada nesta quinta-feira pelo Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), diretoria regional do Alto Tietê.
Os dados de geração de empregos trazem alento em meio a um período muito difícil de pandemia.
O DS traz, na edição desta sexta, reportagem mostrando que a indústria do Alto Tietê apresentou um saldo positivo de 459 empregos em julho. 
De janeiro a julho deste ano, a região teve um saldo positivo de 3.724 postos de trabalho, número que mostra a recuperação do setor. 
A geração de trabalho e renda (GTR) comprende a criação de novas e pequenas unidades produtivas ou a expansão das já existentes. 
Significa estimular ou permitir que as pessoas iniciem negócios próprios dirigidos ao mercado de forma cooperada, associada ou individualmente. 
Significa também a geração de atividade econômica, por meio de pequenos negócios individuais ou em associação/cooperação.
Os dados divulgados ontem pelo Ciesp mostram que o resultado reflete o cenário econômico que demonstrou percentuais positivos em comparação com o mesmo período do ano passado. Um deles é o Produto Interno Bruto (PIB), que no segundo trimestre de 2020 apresentou uma queda de 9,2%, mas, neste ano, teve uma projeção de crescimento de 0,5%.
Não há dúvida que o grande desafio pós-pandemia será o de gerar empregos. 
Na avaliação de economistas, os impactos da pandemia do novo coronavírus no mercado de trabalho devem marcar uma geração de brasileiros que já sofria com a recuperação acanhada dos empregos após a recessão de 2015 e 2016. Em abril, a taxa de desocupação era de 12,6%, de acordo com dados da Pnad Contínua, do IBGE, mas as projeções são de que deve chegar a 17% ou 18% até o fim do ano. Quando a crise passar, o desafio será impulsionar setores que geram mais emprego, como o de infraestrutura, em uma realidade de consumo das famílias ainda reprimido e endividamento público elevado.
É preciso que o governo pense no dia seguinte à quarentena, planejando ações e medidas para garantir a renda dos brasileiros sem emprego.
No Alto Tietê, por exemplo, a indústria de transformação da área de abrangência do Ciesp Alto Tietê, que conta com as cidades de Biritiba Mirim, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá, Salesópolis e Suzano, é responsável por empregar, atualmente, 69.414 trabalhadores. A análise do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mostra que o aumento das vagas é liderado pelos segmentos de alimentos, couro e calçados, vestuário, além de máquinas e equipamentos. 
Portanto, os números são positivos e podem trazer uma esperança maior para os trabalhadores da região.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias