Envie seu vídeo(11) 4745-6900
quinta 30 de junho de 2022

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 30/06/2022

Manter o uso de máscaras

09 JUN 2022 - 05h00

Os casos de Covid-19 caíram muito do fim de 2021 e início de 2022. Praticamente voltamos a vida de antes da pandemia. Porém, o vírus ainda circulava entre nós, com alguns poucos casos sendo registrados.
Em vista da liberação total e do fim da obrigatoriedade do uso de máscaras, os casos estão voltando, infelizmente.
Principalmente por conta do comércio, que provavelmente fez aumentar a circulação do vírus.
Só para se ter ideia, segundo o Boletim InfoGripe, da Fundação Oswaldo Cruz (FioCruz), publicado pelo portal BBC, a Covid-19 já é motivo de 59,6% das hospitalizações por infecções nas vias aéreas registradas nas últimas semanas.
Segundo disse o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o aumento deve-se “primeiro porque a gente vive a época do outono-inverno, é uma sazonalidade, não só aumentam os casos de Covid, mas também pode aumentar das outras viroses respiratórias, influenza, adenovírus, e nisso de alguma maneira causou pressão sobre o sistema de saúde”.
Mas todo cudiado é pouco. Em vista do aumento de casos, é imporante manter a prevenção. 
O aumento está levando cidades brasileiras a voltarem a obrigar ou recomendar o uso de máscaras em ambientes fechados.
A lista inclui ao menos uma capital, Curitiba, e mais cidades do interior dos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná, como Londrina (PR), Maringá (PR), São Bernardo do Campo (SP), Poços de Caldas (MG) e Canoas (RS).
Aqui na região as escolas municipais de Suzano voltam a recomendar o uso do item de proteção, principalmente porque as crianças são assintomáticas e podem espalhar o vírus.
Na sociedade em geral, conforme informou o DS na edição de terça-feira, o Sindicato do Comércio Varejista de Mogi das Cruzes e Região (Sincomércio) voltou a recomendar o uso de máscaras dentro do comércio no Alto Tietê. A decisão foi tomada após afastamentos de funcionários por conta da Gripe. A entidade fez um comunicado, publicado nas redes sociais.
A máscara continua sendo obrigatória no transporte público e em unidades de saúde.
Felizmente o uso, como citado, no transporte público municipal e estadual se manteve, o que possibilitou segurar a circulação do vírus. Todavia, vamos manter o uso da máscara, tomar as demais doses da vacina e assim caminhar rumo ao Brasil de antes da pandemia.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias