Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 18 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 18/09/2020
PMMC COVID SAÚDE
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC COVID LAR

Mega mutirão

03 SET 2016 - 08h00

Transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, a dengue é uma doença viral que se espalha rapidamente no mundo. Nos últimos 50 anos, a incidência aumentou 30 vezes, com ampliação da expansão geográfica para novos países e, na presente década, para pequenas cidades e áreas rurais. É estimado que 50 milhões de infecções por dengue ocorram anualmente e que aproximadamente 2,5 bilhões de pessoas morem em países onde a dengue é endêmica.

No Brasil, a transmissão vem ocorrendo de forma continuada desde 1986, intercalando-se com a ocorrência de epidemias, geralmente associadas com a introdução de novos sorotipos em áreas anteriormente indenes ou alteração do sorotipo predominante. O maior surto no Brasil ocorreu em 2013, com aproximadamente 2 milhões de casos notificados. Atualmente, circulam no país os quatro sorotipos da doença.

Hoje, 354 municípios paulistas vão receber o mega mutirão de combate ao mosquito Aedes aegypti. A ação faz parte da campanha "Todos Juntos Contra o Aedes aegypti", que mobilizará 13,7 mil agentes e supervisores. Cada profissional envolvido na ação receberá do governo do Estado, via prefeituras, uma remuneração extra no valor de R$ 120.

O combate intensivo aos focos do mosquito Aedes aegypti, que é transmissor de doenças como a dengue, a febre chikungunya e o Zika vírus, é uma das prioridades do governo do Estado de São Paulo e também dos municípios. No Alto Tietê, vários trabalhos e campanhas estão sendo desenvolvidas. O investimento em ações, que visem auxiliar os municípios nesse trabalho, é importante.

Os municípios interessados em participar da campanha assinaram um Termo de Adesão, indicando o número de agentes e de supervisores mobilizados em sua jurisdição. Até agora, para o segundo semestre do ano, já foram entregues os termos de 526 municípios, que inscreveram 18.301 agentes de saúde e supervisores para a realização do trabalho de campo durante todos os sábados dos meses de setembro a dezembro de 2016. Haverá, ainda, um reforço com 500 agentes da Sucen, que irão auxiliar os profissionais dos municípios.

Desde janeiro a Secretaria de Estado da Saúde vem promovendo mutirões e ações de controle de vetores nos municípios paulistas. No total, até o dia 15 de agosto, cerca de 35 milhões de imóveis foram visitados, o que corresponde a uma média de duas visitas realizadas por propriedade existente no Estado.

Não se deve “baixar a guarda” nesse momento. É importante garantir um reforço nas ações para reduzir os casos de dengue.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias