Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 14 de agosto de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 13/08/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC ECOTIETÊ
PMMC LED
PMMC  VACINAÇÃO - SARAMPO
PMMC ALEITAMENTO MATERNO

Novamente a chuva

10 DEZ 2019 - 23h59
A chuva que caiu na tarde de ontem, em Suzano, provocou muitos alagamentos. Bairros ficaram inundados, entre eles, a Vila Amorim, Parque Maria Helena e uma parte da região de Palmeiras.
Desde o início de novembro, Suzano vem se planejando para tentar evitar os efeitos das chuvas.
Mas, a situação de ontem foi complicada. Os alagamentos deixaram carros e pessoas ilhadas. Residências e comércios foram atingidos.
No mês de novembro, Suzano lançou o Plano Verão 2019 que vai se encerrar no dia 31 de março de 2020. 
O plano tem como objetivo dar uma resposta rápida para minimizar danos causados pelas fortes chuvas de verão. 
A ideia é juntar várias entidades e empresas parceiras com as 19 secretarias municipais, para que sejam divulgados períodos de chuvas, facilitando as ações de cada pasta.
Segundo informações da Prefeitura, para atender as 42 áreas de risco catalogadas no município, a iniciativa define que agentes da Defesa Civil aumentarão o número de diligências, enquanto que a Secretaria de Manutenção e Serviços Urbanos irá reforçar o cronograma de limpeza para garantir o fluxo adequado durante a temporada de chuvas. 
Nessa época do ano também é importante que haja conscientização da população da cidade para evitar jogar lixo em bueiros. 
Cada vez que ocorre um entupimento a situação fica mais complicada.
Todos os anos as chuvas atingem, de forma direta, as regiões da cidade. 
Em Suzano foi formada também a quarta turma do Núcleo de Proteção de Defesa Civil (Nupdec), onde pessoas das comunidades são preparadas para reagir em situações de emergência.
Foram enumeradas ações que estão sendo realizadas, como a limpeza de alguns rios da cidade. A expectativa é de que o índice de chuvas seja menor. 
É importante que essas ações sejam reforçadas, sobretudo após a chuva que caiu na tarde de ontem na cidade.
Só para se ter uma ideia, em março de 2018, a cidade teve um índice pluviométrico de cerca de 90 milímetros. Já em março de 2019, esse índice foi de 530 milímetros. 
Temos visto o resultado de várias chuvas, que chegam a atingir 43 milímetros só na área central. 
O plano, lançado em novembro, é composto por entidades como Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), EDP São Paulo, Sabesp, Cetesb, entre outras.
As equipes da Defesa Civil estão na rua fiscalizando e vistoriando as situações. Qualquer problema identificado, é preciso solicitaR a secretaria competente, para que a situação seja amenizada.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias