Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Logo de aniversário de 60 anos
domingo 13 de junho de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 12/06/2021
EDP SEGURANÇA

Ofício a João Doria

28 MAI 2021 - 05h00

A classe política de Mogi das Cruzes, com apoio de todo o Alto Tietê, está disposta a impedir, mesmo que seja na Justiça, a instalação de pedágios nas Rodovias Mogi-Dutra (SP-88) e Mogi-Bertioga (SP-98).
Protestos foram realizados nos finais de semana na Mogi-Dutra para tentar sensibilizar o governo estadual para desistir da proposta de instalação dos equipamentos.
Há uma união em torno do assunto. Políticos de todos os partidos, de todas as cidades, decidiram garantir um esforço maior para impedir os pedágios.
Na edição de ontem, o DS trouxe reportagem mostrando que políticos de Mogi, deputados e autoridades do Alto Tietê assinaram ofício solicitando uma audiência com o governador João Doria (PSDB) para discutir sobre as duas praças de pedágios que serão instaladas na cidade.
Essa é mais uma tentativa de evitar a proposta que deve pesar no bolso dos motoristas mogianos e de outras cidades que utilizam as duas rodovias.
O jornal mostrou que todos os vereadores de Mogi; os deputados Marco Bertaiolli (PSD), Estevam Galvão (DEM) e Marcos Damásio (PL); Paulo Bocuzzi, líder do grupo Movimento Pedágio Não, a presidente da Associação Comercial de Mogi, Fádua Sleiman e o prefeito Caio Cunha (Podemos) assinaram o ofício.
No documento as autoridades afirmam que a audiência servirá para “reafirmar o posicionamento contrário a instalação do pedágio”.
É importante ressaltar que em neste momento em que vivemos, com aumento no número de desempregados, a proposta sobre a instalação de pedágios talvez teria de ter sido adiada.
O pagamento dos pedágios vai, sem dúvida, pesa no bolso.
Os políticos que assinaram o documento reforçam que estas duas praças de cobranças trarão imensos prejuízos e impacto financeiro negativo para empresas, empreendedores, geradores de emprego e renda, além da população em geral, neste momento em que todos já enfrentam imensas dificuldades com os efeitos devastadores do novo coronavírus.
No último dia 14 de maio, a Artesp confirmou a implantação de duas praças de pedágios em Mogi. Os equipamentos ficarão, de acordo com o projeto, nos quilômetros 40,7 da Mogi-Dutra e 95 da Rodovia Mogi-Bertioga.
Os pedágios fazem parte da concessão “Lote Litoral Paulista” e só poderão operar a partir do segundo ano de concessão. Dentro deste pacote, a Mogi-Bertioga também será contemplada com duplicação em diferentes trechos.
“Reforçamos que estas duas praças duas praças de cobranças trarão imensos prejuízos e impacto financeiro negativo para empresas, empreendedores, geradores de emprego da região”, diz trecho do ofício assinado pelas autoridades.
A resistência da classe política e da sociedade sobre os pedágios deve prosseguir com a expectativa, dos mogianos, de que os equipamentos não serão instalados.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias