Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 05 de agosto de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 04/08/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Ônibus e vans nas ruas

23 JUL 2020 - 23h59
Neste momento de pandemia, o número de passageiros caiu no transporte público de ônibus e trens.
 
Na edição de ontem, o DS trouxe reportagem mostrando que a oferta de veículos, que atuam nas linhas do transporte público municipal de Suzano, está em 85% da frota.
 
Não chegou a 100% por conta da demanda que está baixa. Segundo a Prefeitura de Suzano, o percentual atende de forma favorável a população.
 
Nesta época de pandemia, além da preocupação com a frota é importante também buscar normas de segurança dos passageiros, motoristas e funcionários das empresas do transporte coletivo.
 
Com o relaxamento do isolamento social e a retomada do comércio em várias regiões do Brasil, a circulação de ônibus lotados voltou a ser rotina em grandes cidades como São Paulo, o que preocupa pesquisadores das áreas de transporte e saúde e contraria a promessa dos gestores públicos de transportar apenas passageiros sentados, em algumas cidades do País.
 
Os ônibus são espaços com alto risco de transmissão do novo coronavírus por serem ambientes fechados, com pouca ventilação e presença de ar-condicionado, além da dificuldade de manter um distanciamento mínimo de um metro entre uma pessoa e outra. Por isso é importante todas as precauções. É fundamental lembrar que Suzano ainda está na Fase 3 – Amarela do Plano São Paulo de retomada das atividades, o que permite uma flexibilização maior no funcionamento de estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços.
 
Segundo a Prefeitura, a demanda segue abaixo do esperado, com apenas metade do movimento de passageiros na comparação com o que se constatava antes do advento da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).
 
Mesmo assim, a Secretaria Municipal de Transportes e Mobilidade Urbana tem mantido alto o número de ônibus e vans em operação. Não só para garantir o bom atendimento como também para se evitar aglomerações em locais de embarque e desembarque e colaborar com o distanciamento entre os usuários no interior dos veículos, segundo a Prefeitura. 
 
Mas não há dúvidas de que nesse período de isolamento social, o transporte coletivo continua desafiando a necessidade de evitar aglomerações.
 
Nos últimos meses, diversas mudanças têm acontecido para tentar diminuir a contaminação do coronavírus no Brasil. No entanto, muitas ações não tiveram resultado positivo e o que se vê, infelizmente, é o número de casos aumentando, dia após dia. 
 
O transporte público é um dos setores que mais preocupam a população brasileira, principalmente, pela falta de condições de distanciamento. Medidas como a redução na circulação de ônibus, trens e metrôs foram anunciadas, mas as lotações continuam acontecendo e não acompanham a demanda de passageiros em muitas cidades.
 
Em Suzano, segundo a pasta, muita gente que trabalha atualmente e que até recebe vale-transporte está evitando utilizar as linhas municipais, dando preferência para automóveis particulares e motoristas de aplicativos, por exemplo.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias