Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 05 de agosto de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 04/08/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Pipas na rede elétrica

17 JUL 2020 - 23h59
Empinar pipas próximo à rede elétrica pode causar graves acidentes e ainda prejudicar milhares de pessoas com a interrupção no fornecimento.
 
Em período de férias escolares, a diversão da maioria das crianças é soltar pipas, porém ela oferece riscos. 
 
O pó de ferro é um condutor de eletricidade e em composição, o choque pode ser fatal. Os pais devem orientar seus filhos para que não arrisquem soltar pipas perto da rede de energia. Além do risco de choque, a brincadeira pode oferecer outras consequências, como: acidentes por estarem distraídos, o cerol pode machucar pedestres, ciclistas, motociclistas e até as aves.
 
Na edição de ontem, o DS trouxe reportagem mostrando que o aumento expressivo de ocorrências relacionadas a pipas na rede elétrica da EDP durante os meses de março e junho, período que coincide com a recomendação das autoridades para o isolamento social e suspensão das aulas escolares, como prevenção ao contágio pela Covid-19, acende um alerta vermelho.
 
Neste contexto de pandemia, em que o fornecimento de energia elétrica se torna mais essencial, seja para abastecer unidades de saúde, hospitais e residências que possuem paciente que utilizam equipamentos elétricos essenciais à sobrevivência, o impacto das interrupções é ainda mais preocupante. Além disso, a EDP, distribuidora de energia elétrica do Alto Tietê, faz outro alerta para uma ameaça junto ao crescimento dessas ocorrências: o risco de graves acidentes.
 
Entre março e junho desse ano foi registrada elevação de 118% na quantidade de ocorrências relacionadas a pipa na rede elétrica do Alto Tietê, comparando ao mesmo período do ano anterior. Foram 1.205 casos atendidos pelas equipes da EDP, ante 551 em 2019.
 
Com isso, o impacto à população também foi muito mais significativo, já que mais de 91 mil clientes (casas/comércios/indústrias) tiveram o fornecimento de energia elétrica interrompido. No mesmo período do ano anterior as pipas na rede afetaram o fornecimento para 25 mil consumidores.
 
Em 2018, a Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee) lançou, em São Paulo, a campanha de prevenção contra os acidentes ocorridos pelo contato com a fiação da rede elétrica. Com o slogan “É aí que mora o perigo”, a campanha abriu a XII Semana Nacional de Segurança com Energia Elétrica. A peça pretende conscientizar em torno de 120 milhões de pessoas sobre os riscos e cuidados que se deve em relação aos fios de alta tensão e toda a estrutura que envolve os cabos de distribuição de energia. Portanto, é preciso conscientização para os riscos dessa prática que pode ser exercida com mais cuidado e segurança longe da rede elétrica.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias