Envie seu vídeo(11) 4745-6900
quarta 21 de abril de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 21/04/2021

Profissionais da educação

09 ABR 2021 - 05h00
Com poucos dias de funcionamento, a plataforma VacinaJá Educação, que recebe o cadastro dos profissionais das redes estadual, municipais, particulares e federal que podem ser imunizados contra a Covid-19, já tem mais de 160 mil inscrições.
A primeira etapa da imunização para a educação terá início na próxima segunda-feira (12) para servidores e funcionários a partir de 47 anos. Serão destinadas 350 mil doses.
Poderão ser imunizados profissionais que atuem nas escolas com funções como secretários, auxiliares de serviços gerais, faxineiras, mediadores, merendeiras, monitores, cuidadores, diretores, vice-diretores, professores de todos os ciclos da educação básica, professores coordenadores pedagógicos, além de professores temporários.
Para receber a vacina, eles devem fazer o cadastro no site https://vacinaja.sp.gov.br/educacao, com número do CPF, nome completo e e-mail. Em seguida, receberão um link no e-mail indicado e será necessário validá-lo para dar continuidade ao cadastro. É importante verificar se o e-mail não foi deslocado para a caixa de spam.
Será importante a vacinação como uma medida inicial para um possível retorno das aulas. Essa volta, no entanto, deve ser com segurança, ouvindo, sobretudo, as autoridades de saúde.
Ontem, o DS trouxe reportagem mostrando que a Secretaria Municipal de Saúde receberia nesta quinta-feira (08) o 13º lote de vacinas contra a Covid-19. 
A nova remessa da CoronaVac conta com 6.360 doses, sendo 3.890 destinadas à segunda aplicação dos idosos de 72 a 74 anos de idade e 2.470 para a dose inicial dos trabalhadores da Educação maiores de 47 anos. A contemplação deste último grupo deverá ocorrer na próxima semana. 
Após a validação, o profissional deve confirmar os dados pessoais e apontar nome da escola, rede de ensino, município e cargo ocupado. Para as redes municipal, particular e federal será necessário anexar os holerites dos meses de janeiro e fevereiro. O cadastro passará por um processo de análise e, se validado, o profissional receberá no e-mail o comprovante “VacinaJá Educação”. 
Realmente trata-se de um momento de esperança para professores e outros profissionais da educação que têm uma missão especial e sabem da importância de estar com seus estudantes. O sindicato que representa professores da rede estadual paulista (Apeoesp) disse que a medida foi uma "vitória da mobilização" da categoria. 
Entidades profissionais ligadas à educação vinha reivindicando a priorização de trabalhadores de escolas na vacinação, como forma de dar segurança à volta das aulas presenciais e, dessa forma, minimizar os danos causados por um ano de fechamento quase completo das escolas.
Para especialistas, a imunização representa um grande passo rumo à retomada das atividades presenciais.
Há um ano, o setor da educação está trabalhando em ações à distância, contando com muito empenho e dedicação dos educadores, que se superam a cada dia.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias