Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 22 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/09/2020
PMMC COVID SAÚDE
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Protestos de hoje

13 MAR 2016 - 08h00

O País estará mobilizado hoje por conta dos protestos pró e contra a presidente Dilma Rousseff (PT). Desde que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), aceitou o pedido de impeachment, movimentos pró e contra a deposição se organizam para tentar animar as mobilizações de rua.

Em ambos os lados, as redes sociais são instrumento importante de comunicação. Na edição de hoje, o DS traz informações importantes de que políticos da região também devem participar. Em Mogi das Cruzes haverá manifestações. São Paulo deve receber grupos de manifestantes de todas as regiões do Estado.

A temperatura da força que as manifestações podem ter vai ser medida hoje. Os três principais movimentos anti-Dilma (Vem Pra Rua, Revoltados Online e Movimento Brasil Livre) vêm de manifestações frustradas nos últimos meses e apostam numa mudança de cenário motivada pelo efeito prático de o impeachment ter começado a ser analisado no Congresso Nacional.

Há dezenas de eventos criados no Facebook. O maior evento, ligado ao Vem Pra Rua, com horários e locais marcados para diversas cidades do País, conta até aqui com 188 mil convidados e 10 mil que dizem que participarão.

O principal evento do Movimento Brasil Livre tem como mote "esquenta pelo impeachment", sem local definido, conta até agora com 54 mil convidados e 3,2 mil que dizem que comparecerão. E o principal evento ligado à página do Revoltados Online, com a mensagem "vamos enterrar o 13" e encontro marcado na Avenida Paulista, em São Paulo, tem até o momento 51 mil convidados e 2,8 mil de 'comparecerão'.

Políticos de oposição, especialmente do PSDB e do DEM gravaram depoimentos em vídeo chamando para a manifestação do domingo. A grande maioria das manifestações foram gravadas para o Vem Pra Rua, considerado o movimento de perfil mais moderado dos três. Os políticos repetem as palavras "fundamental" e "importante" para classificar a participação das pessoas em uma estratégia para tentar recuperar o público das manifestações de impacto do início do ano, que se afastaram das ruas nos últimos meses.

É importante que exista manifestação, uma vez que o País vive em um regime democrático. Por outro lado, é importante ter sabedoria e consciência para que as manifestações legítimas não virem caos, uma guerra entre dois extremos.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias