Envie seu vídeo(11) 4745-6900
segunda 12 de abril de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 11/04/2021

Protocolos de segurança

04 FEV 2021 - 05h00
O DS trouxe reportagem, na edição de ontem, mostrando que o secretário de Educação do Estado, Rossieli Soares, confirmou o retorno das aulas presenciais na rede pública estadual para o próximo dia 8. 
O retorno é da rede estadual. O mais importante é que foram apresentados, durante reunião com os prefeitos, todos os procedimentos para o retorno das aulas. Ou seja, as escolas vão precisar garantir toda a segurança possível para que o retorno seja feito com muita segurança.
Os casos de Covid-19 no Brasil são muito preocupantes. É preciso que as autoridades mantenham as medidas necessárias apontadas com base em dados científicos. 
A reportagem do DS mostrou que o secretário Rossieli Soares afirmou que, “não se pode vincular a vacinação ao retorno às aulas”. O secretário teme não conseguir vacinar os professores até o final do primeiro semestre deste ano e, com isso, acabar prejudicando pedagogicamente os alunos.
O retorno das aulas de fato é importante, como afirmam especialistas, mesmo diante desta pandemia. No entanto, é importante garantir toda a segurança, adotar as medidas de distanciamento para que se evitem novas contaminações.
A vacinação do setor da educação deve chegar, mas enquanto isso não acontece é preciso dar condições seguras do retorno.
O próprio secretário afirmou que os professores estão no grupo de prioridade da vacina. Isso já está garantido. 
Vão receber a vacina antes da maioria dos brasileiros. Mas ainda é preciso, segundo ele, seguir a tabela com as pessoas incluídas como de risco.
O secretário afirmou que luta pela prioridade dos educadores na imunização, mas que “não concorda em vincular o retorno às aulas à vacinação”. 
O secretário estadual de Educação esteve na reunião com prefeitos e representantes das cidades que compõem o Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat), realizada no Centro Municipal de Formação Pedagógica de Mogi (Cemforpe). 
O secretário veio até a região para “entender” o que as cidades precisam no retorno às aulas e pedir ajuda dos municípios na construção das aulas. Ele recebeu algumas demandas, como déficit de internet em algumas cidades para o retorno remoto.
Aliás, entender a realidade de cada cidade é importante para garantir as providências individuais, principalmente na que se refere ao uso da tecnologia na substituição das aulas presenciais.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias