Envie seu vídeo(11) 4745-6900
terça 25 de janeiro de 2022

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/01/2022

Rebaixamento no turismo

03 DEZ 2021 - 05h00

O DS trouxe, na edição de ontem, reportagem mostrando a perda do título de estância turística de Poá. 
A cidade agora é Município de Interesse Turístico (MIT). O rebaixamento era previsível, uma vez que o Estado havia feito alerta sobre a decisão.
A classe política do Alto Tietê - deputados, Prefeitura e até mesmo o Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios (Condemat) - só “tomou conhecimento” do fato quando já estava tudo concretizado. Agora é correr contra o tempo. Inadmissível uma região tão forte como é o Alto Tietê permitir o rebaixamento de Poá, sem ao menos uma discussão mais concreta sobre o caso.
É preciso que o Estado leve em consideração a importância de a região manter Poá como estância. Isso sem falar que o município é administrado pelo mesmo partido do atual governador do Estado.
O fato é realmente lamentável. Uma cidade com potencial turístico sofrer rebaixamento por critérios unilaterais.
O DS trouxe que na quarta-feira, a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo votou o Projeto de Lei 582/2021, de autoria do governo estadual, que rebaixa de Estância Turística para Município de Interesse Turístico (MIT) três cidades com menor classificação entre as estâncias.
Agora como o projeto é de autoria do governo estadual, o projeto não deve ser vetado. Porém, a mudança ocorre apenas após sanção do governador.
Alguns deputados se manifestaram durante a votação. 
O deputado estadual André do Prado (PL) postou vídeo durante a sessão de votação e criticou o projeto. Ele citou que Poá já deixou de arrecadar muito por conta da saída do banco da cidade, no ano passado.
O projeto prevê que até três Estâncias Turísticas que obtiverem menor pontuação em ranqueamento técnico das cidades turísticas, elaborado pela Secretaria de Turismo do Estado, poderão ser reclassificadas a Municípios de Interesse Turístico, e os três MITs com maior pontuação no ranqueamento poderão virar estâncias turísticas.
Com a medida, podem receber o título de Estâncias Turísticas os municípios de Barretos, Araras e Paraibuna.
O deputado se diz favorável que as três cidades subam para Estância, e cita até que tentou viabilizar um projeto para subir mais três cidades à Estâncias, mas não descer nenhuma.
Que tudo fosse feito com maior discussão por parte da Secretaria Estadual de Turismo.
Só para se ter uma ideia, o Estado de São Paulo conta com 140 municípios de interesse turístico e 70 estâncias turísticas. Esses municípios dispõem do Fundo de Melhoria dos Municípios Turísticos (Fumtur), e recebem aportes financeiros com base na arrecadação de impostos municipais.
As Estâncias Turísticas recebem um valor de repasse maior, em comparação aos MITs, por serem classificadas como destinos turísticos já consolidados. De acordo com a Secretaria de Estado do Turismo, em 2020 foram destinados às cidades turísticas do Estado R$ 223,3 milhões.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias