Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 23 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/09/2020
PMMC COVID SAÚDE
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Reforma da Previdência

07 SET 2016 - 08h00

A Previdência Social é um dos principais desafios da economia brasileira para as próximas décadas. Especialistas estão certos de que há problemas sérios no desenho do sistema de repasse de aposentadorias e pensões.

Ele precisa ser ajustado diante das mudanças demográficas (transformações da população brasileira) que já estão ocorrendo e que se acentuarão nos próximos anos. Toda vez que se aborda o assunto, há quem diga que se está colocando a culpa do problema nos aposentados. O desafio é imenso.

Especialistas garante que a responsabilidade pelos problemas do sistema previdenciário do Brasil não pode ser jogada nas costas dos idosos.

A demografia do Brasil mudou, os brasileiros estão tendo menos filhos e vivendo por mais tempo – o que não é ruim, mas coloca a Previdência Social em xeque.

É principalmente por isso que o modelo adotado no País precisa ser adaptado. Especialistas afirmam que o mais preocupante não são os gastos da Previdência hoje, mas, sim, sua trajetória ao longo dos próximos anos.

Ontem, apesar dos apelos de partidos da base aliada para adiar o envio da reforma da Previdência ao Congresso Nacional, o presidente Michel Temer (PMDB) decidiu que vai mandar a proposta este mês, antes das eleições municipais.

A reforma da Previdência tem sido anunciada pelo governo desde que Temer assumiu a Presidência como interino, em maio deste ano. Parlamentares de partidos aliados, porém, argumentavam que o envio agora poderia atrapalhar as disputas eleitorais por ser uma medida impopular.

As regras para aposentadoria variam para funcionários públicos, rurais e de empresas privadas. Alguns se aposentam por tempo de serviço, outros pela idade ou uma combinação dos dois critérios. Muitos especialistas defendem que se crie uma regra única, com idade mínima para todos e que ela suba conforme o aumento da expectativa de vida da população. Isso ajudaria a evitar que a pirâmide desabe.

Enquanto o déficit da Previdência Social não for sanado, a solução que vem sendo utilizada é a de transferir recursos de educação, saúde, infraestrutura, etc. penalizando toda a sociedade.

As regras para aposentadoria variam para funcionários públicos, rurais e de empresas privadas. Alguns se aposentam por tempo de serviço, outros pela idade ou uma combinação dos dois critérios. Muitos especialistas defendem que se crie uma regra única, com idade mínima para todos e que ela suba conforme o aumento da expectativa de vida da população. Isso ajudaria a evitar que a pirâmide desabe.

Enquanto o déficit da Previdência Social não for sanado, a solução que vem sendo utilizada é a de transferir recursos de educação, saúde, infraestrutura, etc. penalizando toda a sociedade.

É importante que a análise em torno da aposentadoria seja feita de maneira que nenhum dos brasileiros em idade para receber o benefício possam ser prejudicados.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias