Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 26 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 26/09/2020
Pmmc Sarampo
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
ÚNICCO POÁ
PMMC COVID SAÚDE

Respingou por aqui

29 MAR 2016 - 08h00

O DS trouxe na edição de domingo reportagem, baseada em informações do Jornal Folha de S. Paulo, mostrando que manuscrito apreendido pela Lava Jato, no escritório do executivo da Odebrecht Benedicto Barbosa da Silva Jr., sugere que houve formação de cartel e pagamento de propina em obra da Rodovia Pedro Eroles (SP-88), a Mogi-Dutra. Ou seja, as investigações “respingaram” na região por conta da rodovia.

Ontem, a Corregedoria-Geral da Administração do Estado pediria à Polícia Federal permissão para ter acesso aos depoimentos que esclarecem as anotações.

O governo do Estado informou que a “licitação para a referida obra foi vencida pela empresa Queiroz Galvão. Quem tem que explicar as anotações mencionadas pela reportagem é quem as fez. A licitação para a referida obra foi vencida pela empresa Queiroz Galvão”.

Diante dessa nova informação é importante que todos os fatos sejam apurados. A duplicação da Mogi-Dutra é uma obra importantíssima, também pela ligação que faz com outras estradas, com extensão total de 97 quilômetros.

Seu trajeto inicia-se no entroncamento com a Rodovia Presidente Dutra (SP-60), em Arujá. O trecho entre Arujá e Mogi das Cruzes é conhecido como Rodovia Mogi-Dutra, possuindo ainda um entroncamento com a Rodovia Ayrton Senna (SP-70). O trecho entre Arujá e a Rodovia Ayrton Senna, de oito quilômetros, possui pista simples, com uma faixa de rolamento em cada sentido, possuindo alguns pontos com terceira faixa. Há a previsão de duplicação neste trecho. O projeto foi suspenso no ano passado por conta da crise financeira, mas há garantia de que ele será executado.

Já o trecho entre a Rodovia Ayrton Senna e o município de Mogi das Cruzes foi duplicado e modernizado em 2004, possuindo duas ou três faixas de rolamento em cada sentido. Este trecho duplicado cruza a Serra do Itapeti, possuindo 14 viadutos num trecho de 10 quilômetros, o maior deles com cerca de um quilômetro de extensão, na subida da serra. A Rodovia Mogi-Dutra termina no entroncamento com o anel viário de Mogi das Cruzes.

É importante que a apuração seja feita e as investigações aprofundadas para verificar se houve ou não lisura em todo o processo.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias