Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 13 de dezembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 12/12/2019

Sarampo

04 OUT 2019 - 23h59
O sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus, que pode ser fatal. Sua transmissão ocorre quando o doente tosse, fala, espirra ou respira próximo de outras pessoas. A única maneira de evitar o sarampo é pela vacina. 
Em torno de 3 a 5 dias, podem aparecer outros sinais e sintomas, como manchas vermelhas no rosto e atrás das orelhas que, em seguida, se espalham pelo corpo. Após o aparecimento das manchas, a persistência da febre é um sinal de alerta e pode indicar gravidade, principalmente em crianças menores de 5 anos de idade. 
Na edição de hoje, o DS publica reportagem mostrando que Suzano vai realizar campanha.
Por meio da ação, crianças maiores de 6 meses e menores de 5 anos são o foco nesta etapa; doses estarão disponíveis em todos os postos de saúde em dias úteis
Suzano dará início na segunda-feira à campanha de vacinação contra o sarampo na cidade. 
A ação se estenderá até 25 de outubro (sexta-feira), tendo as crianças maiores de 6 meses e menores de 5 anos como público-alvo. As doses estarão disponíveis em todas as unidades de saúde do município. A partir de 18 de novembro (segunda-feira), a imunização será direcionada aos jovens com idades entre 20 e 29 anos. 
A vacina contra o sarampo é eficaz na prevenção da doença, segundo o governo federal. Atualmente, cerca de 85% das crianças em todo o mundo são vacinadas. A vacinação diminuiu em 75% o número de mortes por sarampo entre 2000 e 2013. Não existe tratamento específico. 
Os cuidados de apoio podem melhorar o prognóstico. Entre estes cuidados estão a administração de solução de reidratação oral (líquidos ligeiramente adocicados e salgados), ingestão de alimentos saudáveis e medicamentos para controlar a febre. 
Segundo especialistas, no caso de ocorrer uma infecção bacteriana secundária, como a pneumonia, podem ser administrados antibióticos. Em países desenvolvidos, recomenda-se também a suplementação com vitamina A.
O sarampo afeta anualmente cerca de 20 milhões de pessoas, a maioria das quais nas regiões em desenvolvimento de África e da Ásia. É a doença que mais mortes causa entre as doenças evitáveis por vacina. Em 2013 causou a morte a 96 000 pessoas, uma diminuição em relação às 545 000 em 1990. Estima-se que em 1980 a doença tenha causado 2,6 milhões de mortes. A maior parte das mortes ocorre em crianças com menos de cinco anos de idade. O risco de morte entre os infectados é de cerca de 0,2%, mas pode ascender aos 10% em pessoas desnutridas. Acredita-se que não infecte outros animais. Nesta primeira etapa, a intenção é alcançar a meta de 95% da cobertura vacinal do público-alvo. Para isso, o município já recebeu 15 mil doses da Secretaria de Estado da Saúde. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias