Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 29 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 29/09/2020
Pmmc Sarampo
SOUZA ARAUJO
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
ÚNICCO POÁ
PMMC COVID SAÚDE

Solução que vem de Suzano

29 DEZ 2015 - 07h00

A Sanofi Pasteur, divisão de vacinas do Grupo Sanofi (com sede em Suzano), é a maior empresa mundial totalmente dedicada a vacinas para uso humano. A empresa oferece a mais ampla gama de vacinas do mundo, que protegem contra 20 doenças bacterianas e virais. Fornece mais de 1,6 bilhão de doses de vacinas todos os anos, o que permite vacinar mais de 500 milhões de pessoas em todo o mundo.

Ontem, Suzano, região, Estado e País tiveram uma notícia importante. Saiu a aprovação do registro da primeira vacina contra a dengue no Brasil: a Dengvaxia. É sem dúvida, uma notícia importante e que trará grande esperança a todas as pessoas preocupadas com a possibilidade de contaminação pelo mosquito Aedes aegypti, que causa também a zika e a chikungunya.

Embora liberada para comercialização pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), ainda falta a Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos definir o valor de cada dose, processo que dura em média três meses, mas não tem prazo máximo.

Inicialmente, o medicamento será disponibilizado para a rede particular de laboratórios. Definido o preço, a Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS vai avaliar se vale a pena incorporar o produto ao sistema público de imunizações. O governo vai avaliar custo, efetividade e impactos epidemiológico e orçamentário da incorporação da vacina ao Sistema Único de Saúde. A vacina é indicada para pessoas entre 9 e 45 anos e protege contra os quatro tipos do vírus da dengue.

O imunizante deve ser aplicado em três doses, com intervalos de seis meses, porém, de acordo com a diretora médica da Sanofi, Sheila Homsani, a partir da primeira dose o produto protege quase 70% das pessoas. A possibilidade de vacina traz um novo rumo sobre o combate ao mosquito, que vem se expandido de forma direta em todo o País.

A luz verde dada pela Anvisa para prosseguir com os testes clínicos de uma vacina contra a dengue reacendeu as esperanças de um dia acabar com as sucessivas epidemias da doença. Mas isso agora é só uma parte do problema. O surgimento de dois outros vírus (zika e chikungunya) reforçou a necessidade de se encontrar uma solução para a origem comum de todas essas ameaças: o mosquito Aedes aegypti.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias