Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 24 de fevereiro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/02/2020
PMMC SARAMPO
CENTRO MÉDICO
MAGIC CITY

Todos os 645 municípios

01 FEV 2020 - 23h59
O Estado lançou o plano de prevenção e a formação de um comitê estratégico para ações relacionadas ao coronavírus.
O plano de contingência do Governo de São Paulo se dá ao lado de todos os 645 municípios do estado. Segundo o governo estadual, é importante uma comunicação precisa para melhorar a qualidade da informação, a correta percepção e evitar o pânico.
As cidades do Alto Tietê estão em alerta. Há um caso suspeito em Mogi das Cruzes.
Em âmbito estadual, a Secretaria de Saúde do Estado também instituiu um centro de operações de emergências que contará com representantes de instituições estaduais, municipais e federais. A finalidade é auxiliar a pasta na organização e normatização de ações de prevenção, vigilância e assistência referentes à infecção humana pelo novo coronavírus.
O centro também vai colaborar na análise de dados e de informações para subsidiar tomadas de decisões e definição de estratégias, preparação da rede e de ações de enfrentamento de emergências em saúde pública.
Nesse momento é muito importante também a colaboração e trabalho dos municípios. Conforme o DS trouxe, na edição de ontem, os 23 postos da cidade estão sendo orientados sobre o novo vírus.
Segundo o Estado, a rede de Saúde está preparada para atender pacientes e conta com serviços de referência na área de infectologia para casos graves. Seguiremos vigilantes, orientando organizações públicas e privadas.
A capacitação dos profissionais do SUS tem apoio dos GVEs (Grupos de Vigilância Epidemiológica), CSS (Coordenadoria de Serviços de Saúde) e CGCSS (Coordenadoria de Gestão de Contratos de Serviços de Saúde). Reuniões com entidades de classe e da área privada de saúde, incluindo Santas Casas, estão programadas para a próxima semana.
Assim que os primeiros sintomas surgirem (febre, tosse, coriza e dificuldade para respirar), o paciente deve procurar o ser viço de saúde mais próximo. Para ser considerada suspeita, a pessoa deve ter histórico de viagem para locais com transmissão local, como a China, ou ter tido contato próximo com pessoa com caso suspeito.
O profissional de saúde vai avaliar se os sintomas indicam alguma probabilidade de infecção por coronavírus, tomar as providências para notificação e coletar material para exame laboratorial. O início do tratamento dos sintomas prevê medidas para isolamento do paciente.
A infecção apresenta manifestações parecidas com a de outros vírus respiratórios e não existe tratamento específico para o novo coronavírus. Dependendo da condição clínica do paciente, o isolamento pode ser domiciliar.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias