Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 15 de agosto de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 14/08/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Transporte e mobilidade

18 JUL 2020 - 23h59
O DS reconta, na edição de hoje, uma história de 2008 sobre o que seria um passo importante na transformação do sistema de transporte do Alto Tietê.
Foi naquele ano em que o então governador José Serra anunciou a implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) entre o município de Suzano até a Estação dos Estudantes, em Mogi das Cruzes.
Houve comemoração. Seria o maior projeto de transporte e urbanismo de todo o Alto Tietê com investimento previsto de R$ 400 milhões.
Com o novo sistema, não haveria mais segregação pelas cancelas que interrompem o tráfego de veículos a cada 5 minutos, em média. 
O DS traz na edição de hoje, reportagem especial mostrando que a Secretaria dos Transportes Metropolitanos informou que estuda diversos projetos de mobilidade urbana tanto para as cidades como entre as cidades. 
Foi uma resposta à pergunta sobre a possibilidade da volta do VTL, uma vez que o sistema vem sendo implantado no litoral.
“As cidades do Alto Tietê são motivo de diversos estudos, mas que ainda estão em fase de planejamento para análise de viabilidade econômica e operacional”.
Fato é que o sistema de transporte do Alto Tietê é importante, uma vez que existe o sistema ferroviário. A partir do momento em que os trens expressos passaram a circular sem baldeação, a situação melhorou. Mas ainda há quem defenda um outro modelo,como o VLT, na tentativa de garantir mais rapidez, conforto e acesso entre as cidades.
O projeto, que pode ser difícil de sair do papel, sempre esteve no radar do Estado. O problema, sem dúvida, é a viabilidade econômica. O custo seria muito alto.
Já nos anos 2000, a possibilidade de o Estado bancar sozinho sem ajuda de investidores era difícil.
Agora, neste período de pandemia, é aguardar para saber se vai ser ou não viável para a região, uma vez que já existe por aqui a linha férrea garantindo mais de 30 mil passageiros dia, somente na estação de Suzano.
Não há dúvida de que sempre é preciso melhorar no sistema de transporte que vive sobrecarregado com trens e ônibus sempre lotados em horários de pico. 
Agora com a pandemia em que o número de passageiros caiu e o de ônibus e trens também, a situação parece mais regular. Mas é importante pensar em algo para melhorar o sistema.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias