Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 29 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 29/10/2020
Pms Coronavírus - Fase Verde
PMMC MULTI 2020
Pmmc Sarampo Outubro
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC OUT ROSA

TSE contra notícias falsas

01 OUT 2020 - 05h00
O combate às notícias falsas nestas eleições será um desafio.
Nesta semana, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) formalizou uma parceria com o aplicativo de mensagens WhatsApp para enviar informações diretamente aos eleitores durante as eleições municipais deste ano.
Pela parceria, o WhatsApp permitirá que o TSE envie mensagens sobre cuidados sanitários e para rebater informações falsas durante a campanha para eleitores que se cadastrarem nas ferramentas do tribunal.
O objetivo principal é “enfrentar comportamentos inautênticos e coordenados”. 
A Justiça Eleitoral trabalha para “eliminar essa circulação do mal, das notícias falsas, das manifestações de ódio, das campanhas de desinformação”, porém o tribunal não deverá fazer controle prévio do conteúdo das mensagens. 
É um trabalho exaustivo, mas muito necessário para garantir a lisura das eleições, que, como todos os anos, são muito competitivas.
Só para se ter uma ideia, o WhatsApp também criou um canal de comunicação específico para receber denúncias sobre contas suspeitas de fazer disparos em massa de mensagens, prática que é vedada pelo aplicativo e pela legislação eleitoral.
Segundo a plataforma de mensagens, cada denúncia recebida deverá ser alvo de apuração interna para verificar se as contas indicadas violaram as políticas do aplicativo e precisam ser banidas. Não há dúvida que trata-se de iniciativa inédita no mundo. A Justiça Eleitoral tem feito apelo para que os próprios candidatos denunciem quem oferece esse tipo de serviço.
Como já foi revelado, lamentavelmente, existem empresas que oferecem serviços ilegais de disparo em massa de mensagens, por isso o WhatsApp solicita aos candidatos que rejeitem essas propostas e façam as devidas comunicações às autoridades constituídas.
Para permitir a comunicação do TSE diretamente com o eleitor, foi criado um canal interativo chamado chatbot, com o qual o cidadão pode conversar. Para aderir ao serviço é preciso adicionar aos contatos o número +55 61 9637-1078 ou acessar através do link wa.me/556196371078.
Pelo canal, o eleitor poderá verificar dados oficiais e consultar números de candidatos, por exemplo. O WhatsApp também criou stickers com a temática eleitoral para ser utilizado no aplicativo.
O TSE também anunciou parceria com a rede social Facebook – cuja empresa-mãe é também dona do WhatsApp.
No Facebook, será disponibilizada uma ferramenta chamada Megafone, por meio da qual, nos dias anteriores à eleição, serão divulgadas mensagens no Feed de notícias dos brasileiros, relativas à organização e às medidas de segurança sanitária no dia da votação.
É uma iniciativa importante da Justiça Eleitoral para garantir uma eleição mais tranquila, convidando os candidatos a falarem de propostas aos eleitores que querem ouvir as ações e iniciativas.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias